Abraço bonito

Ser anti não é algo que me alimente os dias, mas sou obrigado a confessar que gosto dos insucessos de
alguns. O Professor Manuel Machado estava dentro do grupo daqueles que gosto de ver perder. Explicações? Há muitas, mas agora importa pouco.
Mais uma vez, ontem, o Mister Jesus deu-me uma lição.
Ouvi Jesus dizer que a vida é demasiado curta para viver de costas voltadas, especialmente, com um colega de profissão.
Estava dado o abraço entre os camaradas que terminou com as trapalhadas entre Jesus e Machado.
Sempre a aprender.

4 comentários:

Guilherme disse...

e os abraços entre os jogadores e a equipa técnica no final do jogo, e o Jesus a dar pancadinhas na testa do Matic. porra quase que chorei, e mais dizem que o balneário está a ferro e fogo, tomara se não estivesse...

Vitto Vendetta disse...

Foda-se, é preciso chegar quase aos 60 anos para ele ter percebido isso? De qualquer forma, fica a beleza do gesto, que em tudo engrandece o Benfica.

Henrique disse...

O mais estranho, e isso será mérito do JJ e da "estrutura" do futebol, é os jogadores ainda acreditarem na equipa técnica.

Luis disse...

E o Benfica a fazer uma época de merda está em 2º a cinco pontos do 1º, com mais pontos que eles na Champs...
Vamos lá ver se é desta que o Jesus consegue ressuscitar