Escândalo no Dragom

Ora bem...

Estive-me a guardar nas últimas 24 horas porque gostava de arranjar o registo áudio/vídeo de uma certa pergunta feita ontem na Sala de Jornalistas do Estádio do Dragom. Como isso não foi possível, e nem me parece que o vá ser, resta-me perguntar ao Anónimo da Silva ou a outro qualquer leitor do blog se ouviu o mesmo que eu, na Antena 1. 


Esse tal jornalista (que não consegui identificar) perguntou em tons Cavaquianos o seguinte a Bitrópreira:


"O que é preciso fazer para TERMOS que sofrer menos?"


Não era do PortoCanal.


Alguém ouviu ou sabe-me identificar o jornalista ou publicação para a qual trabalha?


Obrigado.

64 comentários:

Teresa queiroz disse...

colectânea Significado de Colectânea subst. f. 1. colecção de textos de vários autores

CONVITE:

Vamos iniciar uma nova colectânea ...desta vez só para AUTORES DESCONHECIDOS ----- QUE NUNCA TENHAM SIDO PUBLICADOS

Textos; Pequenas Histórias; Pequenos contos; Histórias pessoais , reais!!

Queremos publicá-los com histórias reais, de gente que sente e que vive !
Histórias da vida real .
Histórias sem idade...

Histórias sem preconceitos, sem tábus e sem "medos"...na "CORDA BAMBA"

1º Passo

- Enviar o manuscrito em formato word; A5; font Myriad Pro; 12pt

para a apreciação e selecção

( recebemos o vosso manuscrito até dia 27 de Março de 2012 )

e-mail : pastelariaestudios@gmail.com

Cá vos esperamos com histórias e mais histórias !!

Transformamos as vossas obras em sonhos acordados”
mais informações :

https://www.facebook.com/events/252649871480452/

obrigada ...e bom trabalho! :)

Teresa Maria Queiroz / editora na Pastelaria Studios Editora

Não têm nada a ver com o meu nome! disse...

Olha... publicidade à má fila...

Bem, indo ao post: O QUÊ?! Tenho pena de não ter ouvido isso!

ToElGordo disse...

Eu também ouvi, por isso não serás o único "louco", contudo não sei quem fez a pergunta. Cumprimentos

Captomente disse...

É de uma qualquer rádio local, não é a primeira vez que isso acontece.

Quim Berto disse...

Sou só eu ou mais alguém ficou excitado com a conversa porca da teresa?

Vitto Vendetta disse...

Ui... Captomente aqui?

Vénia!

Quimbé, já me aviei e tudo!!

Quim Berto disse...

Dasss vitto tava a ficar assustado.

Vitto Vendetta disse...

Uma editora chamada pastelaria não me permite outro pensamento :D

Quim Berto disse...

Ahahahah! Em relação ao post não me admirava nada que fosse algum pseudo jornalista da Sport tv mas pelos vistos está explicado

Vitto Vendetta disse...

Não não está. Eu queria saber é de que rádio fala o Captomente.

Anónimo da Silva disse...

ouvi sim senhor. Deve ser de alguma rádio aqui do Porto.

Mas gostei mais dum artista a tentar puxar pelo Quim Machado e ele a mandá-lo foder.
- "Quim Machado, perdeu por causa da arbitragem?"
- "Não! A vitória do Porto é justa."

Deve ter perdido a tesão toda o fdp do jornaleiro.

Shadows disse...

Eu também ouvi. Não percebi o que ele disse quando se identificou. Mas fiquei a pensar o que se diria na comunicação social se outro jornalista qualquer fizesse isso na Luz com JJ.

Valdemar disse...

Eu também ouvi a barbaridade jornalística.

O palhaço parecia aborrecido por ter sofrido tanto a ver o jogo do Porto.

Anónimo da Silva disse...

barbaridade jornalística? o gajo não pode ser duma rádio que apoie oficialmente o Porto? Isto é com cada desculpa para aziar...

Acho que me vou queixar por os gajos da benficatv serem muito benfiquistas...

Vitto Vendetta disse...

Anónimo.

Eu sei que és Jornalista, mas deves ter, assim como é apanágio do teu clube, ROUBADO a puta da carta.

Alguma vez NA PUTA DA VIDA é permitido um jornalista ser imparcial numa SALA DE JORNALISTAS? DURANTE UMA CONFERENCIA DE IMPRENSA ABERTA A TODOS OS JORNALISTAS???

ALGUMA VEZ NA PUTA DA VIDA OUVISTE ALGUM JORNALISTA PORTUGUES A DIZER "NÓS" NUMA CONFERENCIA DE IMPRENSA ABERTA AOS ESTRANGEIROS NA SELEÇAO NACIONAL?

Tens roda a razão, és mesmo bué de totil gay e mais, bué da totil de burro!

Quim Berto disse...

Dasss oh Vitto esta merda de seres muito democratico tem que acabar.
Da Canhola Silva a benficatv por muito facciosa ou tendenciosa que seja é oficial e um gajo sabe para o que vai. Agora o porto são canais, ràdios, arbitros... O que vale é que nunca assumem

Vitto Vendetta disse...

Como é óbvio, quis dizer "parcial".

Anónimo da Silva disse...

ó jaquim tá calado que tu nem sabes do que estás a falar, aposto que não ouviste a conferência de imprensa.

Vitto não sei se vi ou deixei de ver, só ouço conferências de imprensa do meu clube a não ser que queira ver um monólogo escrito pela benficatv.

Não há nada no código deontológico que impeça que ele demonstre o seu clubismo, aliás há uma indicação que diz "A distinção entre notícia e opinião deve ficar bem clara aos olhos do público."
Portanto da mesma forma que se calhar a ti não te causa estranheza que nas conferências de imprensa do JJ as perguntas sejam escritas e feitas pelo próprio benfica, a mim não me causa nenhuma estranheza que um jornalista duma rádio da cidade do Porto se assuma como adepto.

Quim Berto disse...

Ora assim é muito facil. A um mandasse calar e ao outro utilizasse o argumento que só se vê/ouve as conferências do próprio clube. Parece me que como jornalista deves ser uma bela merda. Ou então colunista! Tà me a dar para as redundâncias...

Vitto Vendetta disse...

Anónimo. Essa frase refere-se a crónicas, reportagens e opinião, 3 diferentes géneros jornalísticos.

Numa entrevista é expressamente proibido dar a opinião. Ou melhor, não é proibido, mas devia ser, pois nem todos os OCS seguem o código ou o livro de estilo do Público.

Anónimo da Silva disse...

1º Assumir-se como adepto do Porto é dar uma opinião onde? Opinião seria dizer: "VP és uma merda". Dizer "sou portista" ou "sofro pelo Porto" não é uma opinião, é uma factualidade.

2º Mesmo que fosse uma opinião mostra-me lá onde é que diz isso no Código Deontológico que eu não encontrei.

3º Qual a diferença entre assumir-se como portista ou fazer perguntas mal intencionadas tentando conduzir o entrevistado do tipo: "Houve um lance duvidoso de fora-de-jogo, não acha que o Feirense perdeu por causa da arbitragem?"

Vitto Vendetta disse...

1º - É uma opinião e FACCIOSA, pois está numa sala de imprensa com jornalistas de várias publicações, a ser transmitido por um canal ISENTO (supostamente) para todo o tipo de adeptos ouvirem/verem. E estando na condição de JORNALISTA "vs" ENTREVISTADO, e que eu saiba, se não fosse por isso, o gajo nem sequer lá estava, tem A OBRIGAÇÃO de manter a sua opinião para si próprio.

Ou sabes mais do que eu (tipo QUEM É ou PARA QUEM TRABALHA?)

2º Não é preciso andar à procura de nada, tenho a certeza do que estou a dizer, um Jornalista não pode ser faccioso, e se o contradizes é porque és um Péssimo jornalista (só que eu sei que tás para aí a falar mas cumpres o código.) Google Grijelmo e a pfff Judite de coiso. Eles ensinam-te.

3º A diferença é pouca, de fato, mas é o jornalismo que temos, no qual te incluís.

Anónimo da Silva disse...

Ora bem então eu li o Código Deontológico e não vi nada disso. Tu não leste mas sabes tudo com toda a certeza. Ok, estou rendido às evidências.

Já agora fica o conselho, compra um dicionário e vai pesquisar o que é uma opinião.
Vou-te dar um exemplo:
Tu és gordo=facto
O Daniel gosta de ti assim gordinho=opinião

Vitto Vendetta disse...

Oube lá ó Pedro, então o jornalista assume como um facto todos os ouvintes da rádio serem Portistas?

Anónimo da Silva disse...

ó vitto ou eu ou tu ouvimos a coisa mal então.
O que eu ouvi foi qualquer coisa do género: "VP falo para a rádio XXX e só tenho a dizer da minha parte e de muitos adeptos do Porto: UFFFAAA!!!
Quando é que deixa de nos fazer sofrer?"

Não vejo onde ele assumiu que todos fossem portistas, vejo-o a assumir-se sim como um dos adeptos portistas.

Vitto Vendetta disse...

Anónimo. Enviei a tua questão a um antigo diretor da ERC, ao que ele me respondeu com o seguinte:

"É evidente que você tem razão, e que esse tipo de pergunta viola o código deontológico. Mas, com o que se vê por aí, até me parece uma coisa menor! O jornalista nunca pode ser parte, porque, se assim não for, não o é: é adepto com um microfone."

EMBRULHA!

Anónimo da Silva disse...

então faz-lhe outra pergunta. Pergunta-lhe se ele for duma rádio assumidamente adepta do Porto e se tiver identificado devidamente (como sabemos que o fez), se há problema.

Btw, falei com o Bill Clinton ele diz que a tua opinião está errada mas que leves a tua prima ao gabinete dele com uma caixa de charutos que ele explica-lhe porquê.

Vitto Vendetta disse...

Onde é que a rádio é assumidamente adepta do Porto??? Qual é a rádio??? Quem é o jornalista???

Andaste estes últimos dias a dizer que o Marinho era blábláblá mas nomes nada... E agora? Nomes?

O Bill Clinton é meu tio, há problema?

Anónimo da Silva disse...

bitinho, estou a especular, a colocar essa hipótese. eu não sei qual é a rádio nem tu sabes.

O teu tio anda metido "nos charutos" com a tua prima????
Quer dizer, acho que há estados nos EUA onde isso não é problema...

Vitto Vendetta disse...

Especula-me os tomates!

Anónimo da Silva disse...

Já dizia o teu tio à tua prima.

Vitto Vendetta disse...

...que são o teu pai e a tua irmã, né primaço?

LDP disse...

anònimo, os princípio mais importantes no jornalismo sao a objectividade e a independencia.

Ora, nesta frase "O que é preciso fazer para TERMOS que sofrer menos?" consegues identificar-me onde é que isso està?

Daniel disse...

deve tar na peida dele tal como uma imensa parafernália de outros materiais.

Fábio Daniel Ferreira disse...

"(...) há sócios e adeptos que só vão ao estádio quando a equipa ganha e quando perde, bem, quando perde a crise é tanta que já nem se justifica a compra do bilhete ou a gasolina que se perde na deslocação. Há também os que passam uma semana a dar 'porrada' nos colegas de trabalho devido a um resultado que lhes é menos favorável e, na semana seguinte, com a derrota da sua equipa, já não se liga lá muito ao futebol e o destaque já vai para a vitória do clube no hóquei em patins, no andebol ou no basquetebol, ou então o ênfase futebolístico vai para Espanha e para a vitória do Real Madrid ou do Barcelona, para o golo do cristiano RONALDO ou para o lance do lionel MESSI."

Mais em www.ofuteboldeumamador.blogspot.com

Anónimo da Silva disse...

Daniel tens aí 2 gajas a esfregar-se uma na outra e a chamar por ti e só falas da minha peida?

Vitto Vendetta disse...

@Fábio Daniel Ferreira

Futebol dum Mamador? wtf...

Não arranjavas nome melhor?

Ou é o diário do Anónimo?

LDP disse...

Espera là...mas quando eu falo o anònimo perde a velocidade de resposta que o caracteriza? Ou isso é boicote?

Anónimo da Silva disse...

ó LDP eu não gosto de me repetir, o que tu disseste já o vitto tinha dito há muito e já eu lhe tinha respondido.

Daniel disse...

ó LDP, eu a ti punha-me a pau...

será que ele é daqueles rapazes que a minha avó me avisava pra ter cuidado?

ó Fábio coiso, mamador? quem vir isso pensa que és o anónimo da silva, vem para aqui armado ao cucos a querer mamar piças à malta!


quem pensou que isto era um blog respeitável depois da entrevista ao Marinho Neves...

...dasse!

Vitto Vendetta disse...

Foda-se, eu nem acredito que ando a discutir ética e deontologia numa merda dum blog.

Vocês acabam comigo.

LDP disse...

Nao dàs mesmo para mais pois nao anònimo?

Andaste para ali com a història da opiniao e nao sabes mais como desemerdar a coisa.

FAIL.

Anónimo da Silva disse...

pronto este não me larga a pila. ó LDP já perguntei ao Vitto pergunto-te então a tí para ficares contente: onde está escrito que um jornalista não se pode assumir como adepto dum clube?

Vitto Vendetta disse...

Segue a bola mas não é comigo, já te respondi a isso. NÃO PODE enquanto está a exercer a profissão, muito menos em direto. E tu sabes bem disso, por isso deixa-te de merdas e vai dormir!

LDP disse...

O còdigo deontològico dà como principios base da profissao de jornalista a isençao, a objectividade e a independencia (seja ela politica, social, religiosa, desportiva, etc...).
Em casa muito comodamente enquanto escreve ou transcreve os artigos que posteriormente assinarà, e, obviamente EM DIRECTO para todo o paìs ver ou ouvir.

Portanto agora explica-me onde é que ves isto na intervençao do tòtò em causa.

E, quando tiveres mais tempo, reve essa tua atitude de tentar baralhar ou disfarçar as coisas com argumentos do tipo "jà respondi a isso là atràs" ou somente, responder com...perguntas. Nao sabes do que falas ou simplesmente é mau naquilo que fazes. e ès tao ignorante que nem percebes a mensagem de pobreza que estàs a passar.

PS: Para quem està sempre a queixar-se que outros sò falam de verga respondes que nao te largo a pila quando estou a argumentar contigo somente sobre a profissao de jornalista! Salta mais um FAIL para a mesa do anònimo!

Vitto Vendetta disse...

Afinal não é só o Valdemar que te põe a postar, caro amigo!!! Ainda bem!

Anónimo da Silva disse...

ldp faz-me um favor e não inventes códigos deontológicos.

Agradecia sinceramente que me provassem quais destes artigos o tal jornalista violou. Mas provas, não invenções. Cenas escritas, não códigos deontológicos inventados à pressa.
http://www.rtp.pt/web/organizacao/codigo_deontologico_jornalista.htm

Vitto Vendetta disse...

Não sei o que tu queres mais, foi um professor doutorado em direito da comunicação que disse aquilo que te postei, se calhar até foi teu professor, quiçá, não sei porque insistes em fazer-te de burro.

LDP disse...

anònimo, eu nao inventei còdigos deontològicos. eu expliquei-te em poucas palavras as regras morais e éticas que devem orientar um jornalista na sua profissao.

Mas usando o teu link, como é que interpretas isto?
"10. O jornalista deve recusar funções, tarefas e benefícios susceptíveis de comprometer o seu estatuto de independência e a sua integridade profissional. O jornalista não deve valer-se da sua condição profissional para noticiar assuntos em que tenha interesse."

Atençao principalmente à ultima frase, se a souberes interpretar claro està.

We got a THIRD FAIL IN A ROW!

estàs aqui estàs a fazer poker.

Anónimo da Silva disse...

Eu saber interpretá-la? Meu caro, tu é que demonstras ser bastante limitado ao nível da interpretação.
"O jornalista não deve valer-se da sua condição profissional para noticiar assuntos em que tenha interesse"
Mas há algum jornalista desportivo sem clube? Pela tua interpretação nenhum jornalista interessado em futebol pode noticiar nada sobre futebol.
O que eu perguntei aqui já várias vezes é em que é que te baseias para dizer que ele não cumpriu o código deontológico?
Ele assumir-se como adepto do Porto impede que depois diga que por exemplo houve um penalti contra o Porto por marcar? Deixa de cumprir o dever de isenção e rigor por ser portista?
Não estou a dizer que neste caso o fez ou não porque não ouvi a emissão dele, mas lá por se assumir como portista não tens o mínimo de prova que indique que ele não forneceu informação isenta.
Foi por usar um "fez-nos sofrer" em vez de "fez sofrer os portistas" que deixou de fornecer informação rigorosa e isenta?

LDP disse...

Vamos por partes:

"Mas há algum jornalista desportivo sem clube? Pela tua interpretação nenhum jornalista interessado em futebol pode noticiar nada sobre futebol." Eu nao disse isso. E é òbvio que 99% dos jornalistas tem um clube, mas o coraçao nao pode influir no desempenho da sua profissao, mormente através de intervençoes em conferencias de imprensa usando "fez-nos sofrer".

"O que eu perguntei aqui já várias vezes é em que é que te baseias para dizer que ele não cumpriu o código deontológico?" Porque nao foi isento, nao mostrou independencia, mas...mostrou objectividade. Sò que o seu objectivo nao foi claramente exercer a sua profissao de forma linear e transparente, mormente através de intervençoes em conferencias de imprensa usando "fez-nos sofrer".

"Ele assumir-se como adepto do Porto impede que depois diga que por exemplo houve um penalti contra o Porto por marcar?" Nao impede, mas a figura de fraco profissional jà estava feita, mormente através de intervençoes em conferencias de imprensa usando "fez-nos sofrer".

"Deixa de cumprir o dever de isenção e rigor por ser portista?" Claramente nao foi isento e foi muito pouco rigoroso, mormente através de intervençoes em conferencias de imprensa usando "fez-nos sofrer".

"mas lá por se assumir como portista não tens o mínimo de prova que indique que ele não forneceu informação isenta." Até agora nao mencionei absolutamente nada sobre o que ele fez depois.

"Foi por usar um "fez-nos sofrer" em vez de "fez sofrer os portistas" que deixou de fornecer informação rigorosa e isenta?" Um jornalista nao é somente um fornecedor de informaçao, é mais do que tudo uma ponte entre o facto ocorrido e o publico. Falhou.

Tal como tu. FOUR FAIL ACES!

Mais uma e temos um royal flush ali pelo sr. anònimo.

Anónimo da Silva disse...

1º deixa-me dizer que é um bocado deprimente andar a atirar foguetes no fim de cada comentário. És a tua própria cheerleader, parabéns!

Quanto ao resto mantenho a minha posição, não considero que o assumir o clube dele implique falta de isenção (volto a repetir que não ouvi o resto da emissão portanto tanto pode ter sido isento como não).
Para mim falta de isenção é ouvir um Pedro Henriques na Sportv a comentar jogos do Real Madrid, um Valdemar Duarte a comentar jogos do Porto, etc, gajos que estão claramente a torcer por um clube e a adulterar a informação que transmitem às pessoas. Agora se um gajo começa uma entrevista a dizer "Sou portista" e depois fizer uma entrevista excelente e rigorosa não vejo onde e em quê é que está a violar o código deontológico.
Em Espanha, no Brasil e muitos outros países, a maior parte dos jornalistas desportivos são assumidamente adeptos de um clube, dizem-no na TV a toda a hora. Não implica que depois façam um trabalho mau.

P.S. os "jornalistas" em Portugal que mais apregoam a sua isenção são os gajos da VM e depois saem os disparates que tu vês (o último é que o Sá Pinto já fez mais em 4 jogos que o Domingos em meia época). Ao fim e ao cabo o que estamos a dizer é, a ti faz-te uma confusão tremenda que o gajo diga "Sou portista! agora vamos lá fazer uma entrevista", já se disser "Sou a isenção em pessoa." e depois fizer uma entrevista tendenciosa não dizes nada. E posso garantidamente dizer isso, que não dizes nada, porque na mesma conferência de imprensa houve um otário claramente a tentar conduzir o Quim Machado durante a conferência no sentido da arbitragem para que ele se queixasse o máximo (por acaso correu-lhe mal porque o Quim foi muito correcto) e isso para ti já não é incómodo nenhum nem falta de isenção nenhuma.
Aliás se o gajo começasse a entrevista a dizer "Viva o Benfica" duvido que houvesse alguém indignado.

LDP disse...

" já se disser "Sou a isenção em pessoa." e depois fizer uma entrevista tendenciosa não dizes nada. E posso garantidamente dizer isso, que não dizes nada,"

Se queres continuar a inventar sà para poderes fundamentar a tua inexistente razao entao força nisso.

Levaste uma manita, mas de ti pròprio.

Anónimo da Silva disse...

ó LDP mas estás a falar de punhetas agora?

ZZ disse...

Edmundo Lisboa.Rádio 5.

Anónimo da Silva disse...

We have a Good Guy Greg!! :O

Anónimo da Silva disse...

E aqui está a resposta da rádio. OFICIALMENTE ADEPTA DO FC PORTO. Vittinho SUCK IT!!!

"Amigos a posição da Rádio 5 em relação ao F.C.Porto não é "encapotada" e "disfarçada", como acontece com outros comentadores em muitos outros canais de comunicação social. É uma posição assumida e transparente. Estamos a falar de um espectáculo que não deverá ser mais do que isso mesmo. Muita gente continua a confundir Informação com Diversão. Para nós o futebol é, acima de tudo, uma festa desportiva. Estamos, de facto, com o F.C.Porto. É a equipa que acompanhamos e não trabalhamos em águas dúbias. Quem gosta ouve. Bom seria que quem tanto prima pela isenção começasse a cotejar a informação que realmente afecta a vida diária das pessoas e não resumisse a preocupação somente a uma coisa que nada mais é do que um espectáculo."

Vitto Vendetta disse...

Contiuo a achar chocante um grupo comprar várias rádios locais, com ouvintes de todos os clubes, para a transformar numa rádio de portismo. Mas é legal, logo, só tenho que não ouvir e não lhe passar mais cartão.

Anónimo da Silva disse...

Estou à espera do LDP para vir mandar foguetes :D

LDP disse...

Muito mau!
" É uma posição assumida e transparente."
Assumida e transparente de facto, mas nada isenta e independente.
"Estamos, de facto, com o F.C.Porto. É a equipa que acompanhamos e não trabalhamos em águas dúbias. "
Nao acompanham. Defendem, em vez.

Acho bem que tenham assumido isso tudo. Mas obviamente sò o fizeram porque lhes apertaram os calos, senao continuavam a denegrir ainda mais a imagem do jornalismo (e em Portugal ele jà é tao mal tratado, meu Aimar).
Assim estamos todos mais descansados, pois este texto nao é mais do que a admissao de um serviço de propaganda. Jornalismo é que nao é.

Sao opçoes.

Anónimo da Silva disse...

és mesmo limitadinho não és?

LDP disse...

Foda-se depois do baile partes logo desesperadamente para o insulto? Nem agradeces nem nada? Anda um gajo aqui a esforçar-se... E estavas a dar tanta luta...

Fica pra pròxima entao, mas reza para que a tua irma nao mude a password do Magalhaes ou ser-te-à mais dificil aceder à net para aprender umas coisas.

Lembra-te também que a hipocrisia é uma filhadaputice que te consome internamente.

Um abraço, palhaço.

Anónimo da Silva disse...

baile? Foda-se tudo o que eu disse acabou por se confirmar e tu achas que deste baile? afinal não és otário, és mesmo muito estúpido!

Ah e limitadinho não foi insulto, no teu caso foi um elogio.

LDP disse...

AHAHAHAHAHAHAAAAAAHAH!