Entrevista com Vasco Morgado - Speaker




O nosso entrevistado é um verdadeiro canivete suíço à portuguesa. Presidente da Junta de São José, em Lisboa, Actor, Animador, Bombeiro e, claro, ex-speaker das modalidades, com bastante saudade do cheiro dos pavilhões do Benfica, e da Seleção Nacional de Futebol. Vasco Morgado era o responsável pela animação nos jogos de pavilhão do clube da Luz, e foi recentemente para o Euro 2012 com a Seleção, para representar o nosso país ao microfone dos estádios Ucranianos/Polacos. Foi mais uma entrevista rápida, como a do Eugénio Queirós, muito agradável, em que as respostas foram curtas mas esclarecedoras. 

CdA: Pergunta da praxe. O que acha de Pablo Aimar como jogador? E do seu cabelo?

Vasco Morgado: Aimar como jogador só tem uma descrição... GENIAL!!! O Cabelo (risos) É A IMAGEM DE MARCA!!!

CdA: O Vasco conhece bem as modalidades de pavilhão. A paixão que se vive a assistir a um jogo do Benfica nas modalidades é igual à do futebol?

VM: Tudo é Benfica, isso é 100% certo... Agora sem dúvida que dentro do pavilhão, devido à proximidade entre adepto/jogo, existe um maior calor humano, tornando-se mais fácil uma reacção por parte desse mesmo adepto.

CdA: Nesta época, o Benfica ganhou 3 das 4 principais modalidades de pavilhão. Acha que a estrutura do Benfica tem apostado bem na escolha dos profissionais que representam o clube?

VM: Acho que sim. O Vice das Modalidades, João Coutinho, é um ser humano extraordinário, e além disso é BENFIQUISTA, e isso é importante para a reacção dos adeptos, quando acontecem resultados adversos... Sente-se que existe maior compreensão por parte de nós Benfiquistas...

CdA: Faltou apenas o Andebol.. O Benfica já assegurou a contratação do melhor marcador da liga espanhola e três nomes grandes do Andebol português, vindos do ABC e do Porto. O que tem faltado ao Benfica para ser um grande também no Andebol?

VM: O Andebol é, sem dúvida, um case-study. Temos tido ao longo dos últimos anos as melhores equipas do campeonato, mas sem se perceber o porquê, não conseguimos ser campeões. Espero que seja apenas uma nuvem passageira.

CdA: Já recebeu alguma ameaça durante um jogo ou no final, de algum adepto descontente, ou de clube rival?

VM: De clubes rivais é o dia a dia. É, até, bastante normal. Mas dos adeptos do nosso Benfica, a partir do momento que perceberam que além de speaker, eu era também BENFIQUISTA, não. Até iam lá ter comigo, para reclamar e queixarem-se das performances das equipas. (risos)

CdA: Qual o momento mais caricato que viveu como speaker?

VM: Foi nos pavilhões do Benfica, num jogo muito renhido contra o Belenenses em que depois de ser ameaçado pela claque do Belém (Normal nestes jogos), quando o Ricardinho marcou o 5-4 eu gritei: 'GOLOOOOOOOOOO RICARDINHOOOOOOOO... TOMA LÁ PASTEIS!!!!' Resultado disso? Uma multa de alguns Euros valentes ao Benfica... Mas os Adeptos adoraram! (risos)

CdA: Como se vê a corrupção do ponto de vista de um speaker?

VM: Uma grande lacuna para a verdade desportiva... Custa muito perceber o que se passa, ter um microfone na mão e não poder dizer nada em voz alta...

CdA: Conhece algum caso em particular sobre corrupção no desporto português?

VM: São coisas do dia a dia... Todos sabem mas ninguém faz nada... Nem quem de direito... JUIZES E TRIBUNAIS!

CdA: O que acha de Pinto da Costa?

VM: Não falo sobre cenas pornográficas... este blog é lido por muitos menores de idade... (risos)

CdA: Confia no modelo de gestão de Luís Filipe Vieira?

VM: Confio sim... Para haver resultados constantes, primeiro temos que criar uma estrutura forte e coesa... Além do mais, ele tem o Rui Costa na sua equipa... O que me dá, como é óbvio, toda a confiança do mundo!

CdA: Como vê o apoio do nosso presidente a Fernando Gomes?

VM: O Fernando Gomes, do que conheço, parece ser alguém que em primeiro lugar gosta de futebol... E como não podia deixar de ser, o Benfica na pessoa do seu presidente não podia deixar de apoiar a sua candidatura... O futebol de hoje não é o de ontem, onde os clubes eram apenas clubes... Hoje são empresas e não podem dar prejuízo... Têm que ser geridos desta forma e a FPF não pode ser de outra maneira... 

CdA: Porque é que o Benfica perdeu o último título de Futebol? De quem foi a culpa?

VM: O Benfica perde o titulo por milhentas razões, desde os árbitros, que na dúvida apitam sempre contra, até à grande aposta, e no meu ver bem, na Champions. Tenho pena dos 5 pontos de avanço, mas não choro por isso. O Benfica é enorme e é o unico clube que consegue sempre dar a volta à situação mesmo sem ganhar... Os outros, por muito que ganhem, não conseguem passar de um estatuto de clube de Bairro.

CdA: Foi o escolhido pela FPF para ser o speaker oficial de Portugal no Euro2012. Como se consegue uma coisa dessas?

VM: São 15 anos de trabalho na Toke e na Confusão Total, sempre pela mão do António Freitas, que foi quem achou que eu até tinha jeito e era capaz de fazer alguma coisa de jeito. O convite surge normalmente porque a confiança é mutua tanto a da FPF na minha pessoa e a minha em todo o staff da FPF.

CdA: Como descreve a Ucrânia e a Polónia?

VM: Existem duas Ucrânias e uma Polónia. A Ucrânia Pró Europa e a Ucrânia Pró Russa, sendo a primeira um pouco como a aldeia do Astérix e Obélix contra os Romanos em relação à Russia... e uma Polónia já muito cansada de tudo o que passou numa história recente...

CdA: Conviveu com os jogadores da selecção durante o Euro? O que acha da personalidade destes jogadores?

VM: Um grupo de Jogadores excepcional, forte e unido... Como não se via desde o tempo do Scolari

CdA: Já falou com Bruno Alves ou João Moutinho? O facto de eles serem jogadores odiados pela maior parte dos Benfiquistas e dos Sportinguistas influencia o contacto com eles?

VM: O que eles são como pessoas não condiz com o que são dentro de campo, onde lhes pagam para defender A ou C... O que vi e senti dentro da selecção foi realmente diferente.... Ali ficaram mesmo os clubes à porta, por grande mérito do Paulo Bento e do seu staff.

CdA: Para terminar, sabemos que o Vasco acompanha com muita atenção o que se vai escrevendo na internet. Acha que os blogs benfiquistas desempenham um bom papel na defesa do Benfica, ou não passam de pequenos diários com leitores?

VM: O Benfica é enorme... E uma coisa eu tenho a certeza, qualquer coisa que tenha escrito Benfica no texto vai chamar mais atenção do que algo que não tenha. Nada que meta o Benfica pode ser apelidado de pequeno, antes pelo contrário. Até a Junta de Freguesia de Benfica tem mais atenção porque tem a palavra Benfica. (risos)

UM ABRAÇO A TODOS OS LEITORES DO CABELO DO AIMAR. 
Vasco Morgado

4 comentários:

Carlos Alberto disse...

malta embuçada em 3...2...1...

Carlos Alberto disse...

Agora a sério: gostei muito da entrevista que só pecou por não teres focado o mais importante da estadia do Vasco:
"O que ele fez com a gémeas lá em Lviv?" LOL

Enorme Vitto e Enorme Vasco

Mr Smith disse...

Estragaste tudo Vitto, o conteúdo não agrada aos leitores.

Por mim, (claro) gostei, e ja fiz share no fuckbuck umas 30 vezes.

Parabéns.

POC disse...

Boa entrevista, soft mas nice. Parabéns.

Gostamos, realmente, de Benfiquistas!