Até o Puskás bate palmas

Alguém tem por aí um dicionário?
Ando à procura de adjectivos para qualificar o golo do Matic, mas não encontro.
Perfeito? Fantástico? Fabuloso? Espantoso? Brilhante?
Não me parece!
Nenhum é suficientemente forte para descrever aquele golo!

É um golo digno do número 1, ou antes, um golo digno de ser o número 1!
Parece-me que vale a pena seguir o exemplo de Novak Djokovic, o melhor tenista do mundo e votar no melhor golo de 2013:
- Senhoras e senhores, eis o golo de Nemanja Matic, candidato ao Prémio Puskás da FIFA.
Votem!

Nota: fica a versão relatada de um golo para a história.

12 comentários:

Zé Ninguém disse...

porra enganei-me a carregar e votei no golo de uma gaja qualquer! alguem sabe se da para mudar o voto? filhos da puta da FIFA pa

Unknown disse...

O de Lima contra o Sporting foi melhor. Não percebo a escolha

Unknown disse...

O de Lima contra o Sporting foi melhor. Não percebo a escolha

hertz disse...

Naqueles milésimos de segundo em que vejo o Jardel a cabecear e o Matic a puxar a culatra atrás eu pensei: fdx, se esta merda entra é um golo brutal. E entrou mesmo. Que golaço.
Também gostei muito do golo do Lima no derby, tanto pela jogada como pela finalização. Bem, pelo menos um destes 2 tinha de estar nomeado.

Zé Ninguem, eu acho que se pode votar quantas vezes quisermos. Eu pelo menos já la fui votar um monte de vezes. Ainda pensei que fosse preciso registar mas eu não estou e quando carrego em "vote" aparece a mensagem "Thanks for voting!". Ou seja, acho que cada pessoa pode votar quantas vezes quiser...

Fura-Redes disse...

Que golaço! a seguir foi uma ganda caralhada pos tripeiros!

Ricardo disse...

E depois o Artur churrascos voltou a fazer das dele...

MetalAtog disse...

A melhor maneira de classificar o golão do Martic é assim: quase tão bom quanto o golo do Lima à lagartada :D

PP disse...

O golo do Lima no derby valia mais do que estar nessa lista o golo do Neymar, por exemplo.

Ah! E o golo do Ibrahimovic nem deveria estar lá! Foi em 2012... :P

hertz disse...

Realmente, isto é Prémio Puskas 2013 e põem golos de 2012...-_-
Não percebo esses prazos estúpidos. Se a gala da FIFA e entrega do prémio é só em Janeiro, porque é que o intervalo de escolhas dos golos não é todo o ano civil anterior?
Por exemplo, o golaço que o Wilshere marcou no outro dia é forte candidato a ganhar um prémio que só será entregue em 2015!

Filipe disse...

Pá, David Duarte, deixa-me primeiro que te mande para o caralho! Um gajo tenta ser cordial, porque não te conheço, e tal, e porque fizeste um bom texto (fingido, e o caralho), mas deixa-me que te mande para o caralho, a ti e mais ao teu moralismo bacoco!
Então não é que vossa excelência tem o descaramento de tão bem achar que define o sportinguismo? Então não é que vossa excelência tem o descaramento de, na sua verborreia máxima, achar o que é bom e menos bom desportivismo? Foda-se, enterre-se meu patife. Pá, não me conheces de lado algum, e podes legitimamente (estás no teu direito) achar que sou um sportinguista de merda, que não faz jus ao sportinguista que queres ver (muito provavelmente um sportinguista amorfo, submisso, que aceite uma derrota mascarada de roubo, apenas porque foi bom futebol. Um sportinguista que aceite uma derrota mascarada de roubo e não levante grandes ondas, apenas porque é esse o plano do bufas. Say what?). Pá, podes dizer isso tudo, baseando a ideia que tens de sportinguismo (que deve ser uma ideia idêntica à que um pedófilo tem de uma criança a crescer saudável). Seja como for, uma coisa é certa: tu podes dizer o que quiseres do meu sportinguismo, mas eu posso dizer o que fica aqui evidente, depois do teu triste e ridículo espectáculo com os mais bafientos e hipócritas posts de que há memória. Posso dizer, em resumo, que és uma pessoa cínica, hipócrita, moralista, e um LAMPIÃO (agora sim, tenho factos para o confirmar) da pior espécie. E sabes porquê? Porque um benfiquista é isto:
“Ao contrário de muitos outros adeptos do Benfica, não saboreei o jogo de Sábado. Foi mais meter na boca, mascar, e deitar fora. Uma das ligações especiais que tenho com o meu pai é esta do Benfica, e nada me custa mais do que falar com ele no final dos jogos e perceber que também ele não gosta de ganhar assim. (...) Perder ou vencer devido a factores que não a capacidade da equipa é exactamente o mesmo. Não imaginas como isto me fode.

Há gente no meu clube que está a promover este Chico espertismo, este “não interessa ser bom, interessa ser melhor que os outros, no matter what”. E essa gente é má, e essa gente é a razão pela qual não vou ao estádio, e me recuso a participar no clube de forma activa. Não sendo do Sporting, comungo da esmagadora maioria das convicções da massa associativa do teu clube, relativamente ao estado das coisas, do sistema, da Camorra que se faz por aí, pelo meu Benfica também.

O jogo de Sábado tem um vencedor e dois vencidos: ganhou o Luís Filipe Benfica, perdeu o Sporting e perdi eu. E mais alguns, porque sei que há alguns apoiantes do Benfica por aí como eu, que abanam a cabeça perante o que aconteceu. São poucos, se calhar alguns, se calhar muitos, não sei.

Não me sinto vitorioso, não me sinto bem mas, também não me sinto sujo, porque sei discernir o que é certo e o que é errado, não vou atrás da procissão. Não alinho na verborreia social que escorre por essa net fora dita por muitas pessoas que considero amigas e com as quais discordo abertamente.
(...)
Lamento que tu e todos os outros Leões, que admiro sinceramente, tenham de passar por isto. Se não sou do vosso clube partilho, pelo menos, do vosso amor pelo desporto. (...)
Pode ser que um dia nos possamos defrontar de forma justa, e nesse dia terei todo o gosto em ver o jogo ao teu lado, na Luz ou em Alvalade. Para já, e por respeito a ti, não irei contigo à bola porque isso seria injusto para ti, e eu estaria a suportar uma rivalidade podre e enviesada, uma ideia distorcida de respeito, que ninguém merece, muito menos tu, meu Amigo, que gostas tanto de bola como eu."

Agora, acredita no que quiseres acreditar, mas deixa-me despedir-me de ti, saudoso labrego, provinciano moralista, lampião da pior espécie (já que encerras em ti o maior cinismo e a mais pura hipocrisia), com um VAI PARA O CARALHO, tu e as tuas teorias dignas de um livro Rebelo Pinto.

Rufino Fino disse...

Este Filipe não é gente séria, é impossível....não passa de um lagarto sem patas....

Luis disse...

O Filipe confirmou a minha teoria, andou quatro dias na blogosfera à procura de alguém que lhe desse razão.
Agora que finalmente encontrou, pode ser que volte para o Cacifo/Comando.
Boa sorte Filipe, tudo de bom para ti!