O mercado não permite a existência de Viscondes

Não queria levar a questão para este campo, mas a mania das grandezas dos gatinhos que nos visitam, não me deixa alternativa.
A história recente do Futebol em Portugal tem mostrado uma realidade que é absolutamente indesmentível: só há lugar para dois GRANDES no nosso mercado futebolístico. Não vou questionar a quantidade das vitórias, nem o mérito das mesmas- isso fica para outra oportunidade.
Do ponto de vista frio dos números, a distância que separa o futebol do esporte dos outros dois GRANDES é brutal e os orçamentos são a prova disso mesmo.
E, claro, do ponto de vista do mercado, ao BENFICA e ao porto, interessa um sporting inferior a um Paços de Ferreira ou a um Estoril. Só que o sporting não pode ser pequeno e daí o dilema - está numa encruzilhada muito delicada de onde vai ser impossível sair.
A norte, a força empresarial (Amorim, Sonae, etc...) e a Sul a força da quantidade de adeptos permitiram nos últimos anos que porto e o SPORT LISBOA E BENFICA se conseguissem manter algures entre a primeira e a segunda linha do futebol europeu. E não falo só em competições europeias, falo em contratações e em vendas, em receitas, em assistências, nas audiências, isto é, num conjunto amplos de factores que mostram a capacidade dos clubes.
O sporting tem sido completamente irrelevante no panorama futebolístico português. É verdade que abanam repetidamente com a famosa academia, mas isso é pouco mais que nada no quadro empresarial do nosso futebol. Hoje, vende, quem ganha e só são vendidos jogadores que vencem. Ninguém compra derrotados. Reparem que só quando o BENFICA se aproximou das decisões - umas ganhou outras não - é que começou a vender, em quantidade e em qualidade, isto é, a fazer negócio: Di Maria, Coentrão, Javi, David Luís ou Witsel.
A aposta na Academia só faria sentido se houvesse capacidade financeira para comprar craques que ajudassem a enquadrar os putos  e isso - capacidade financeira - é coisa tão frequente em Alvalade como os títulos que têm conseguido não têm conseguido.
O desafio verde é simples: como é que conseguimos vencer? Será que com os putos da Academia vai ser possível?
O que é mais barato? Comprar o Witsel, o Jakson ou o Gaitan por 8 e vender por 40 ou esperar que o menino da Academia se forme e saia por 10 ou 12 milhões, como o Nani, o Cristiano ou o Moutinho?
Não me parece que a equação verde possa ter sucesso, até porque a formação exige que eles possam estar uns dois ou três anos ali às portas das vitórias, nas grandes decisões para que se tornem vencedores habituais. Ora, a incapacidade financeira do Lidl stadium SAD não permite muitas poupanças - desde que alguém bata o dinheirinho...
Para concluir - são as vitórias que trazem tudo o resto: adeptos, melhores jogadores, mais receitas e não contrário. Querer começar pelas assistências, pelos adeptos, pela fé ou até pela história, pode ser um bom esforço, mas como se vê pelo passado recente do BENFICA, é um percurso penoso e de sucesso muito duvidoso.

10 comentários:

Shiver disse...

Se venderem todos os "messis" que encontram diariamente ao levantar as pedras da academia por 10,12 milhões ainda fazem uma guita jeitosa.

Alem disso espero que o mourinho leve o w.carvalho e deixe cá ficar o matic :)

Sui Generis disse...

Meiral...mais um artigo ao teu nível...

Realmente o Sporting não tem ganho nada ultimamente...Deviamos seguir o exemplo do slb e começar a ganhar coisas pah...wait, what? LOOOL

SL

Daniel disse...

A lagartada ainda não se encolheu debaixo de uma pedra...

Algo de estranho se passa este ano!

hertz disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
hertz disse...

Oh Sui Generis, há quantos anos já não ganham o campeonato? Ha quantos anos não ganham um único troféu? Ha quantos anos não põe os pés na Champions? Como é que tem sido as vossas prestações nas competições europeias?
"Reparem que só quando o BENFICA se aproximou das decisões - umas ganhou outras não - é que começou a vender, em quantidade e em qualidade, isto é, a fazer negócio: Di Maria, Coentrão, Javi, David Luís ou Witsel." Percebeste?

Jusko disse...

Fodasse ! Primeira linha do futebol europeu ! Ri-me !! Juro que me ri !!!
Só é pena vocês , meninos do pote 1, não terem calhado com 3 anderlech no vosso grupo...podia ser que , desse modo, conseguissem o apuramento !
Fodasse patético ! Depois somos nós que temos a mania das grandezas ...

MeiralVermelho disse...

Ó Sui Generis, leu o post? Acho que escrevi "quando se aproximou das decisões". Não disse ganhar.

MeiralVermelho disse...

Jusko não escrevi 1ª linha, escrevi "se conseguissem manter algures entre a primeira e a segunda linha do futebol europeu".
E, quanto a isso, parece-me inquestionável.
MV

Green Lantern disse...

Só não percebo como é que o super benfica super clube mundial, super rico, super bem gerido, não consegue ter as mesmas condições de financimento que o pobre Sporting.

O seu ex-vice presidente e porta voz Rui Gomes da Silva tem de vir para a televisão chorar que o BCP e o BES dão condições mais favoráveis ao SCP.

Há várias explicações mas duas mais relevantes:

a) O Sporting pode ter um presidente que defende os interesses do clube;

b) Segundo a análise dos bancos investir no Sporting é um negócio mais seguro do que investir no benfica e como tal tem melhores condições.

Pois os bancos não bricam com o dinheiro e sabem qual é o investimento seguro e qual é o investimento no chico espertismo.

Continuem a enganar-se que o Sporting e os seus adeptos cá estarão para ver.

SL

The Mask disse...

Foda-se oh Meiral que merda de post!
Mas a quem interessa estas análises? Aos lagartos certo.
Esta merda vinda de um benfiquista é apenas um interesse excessivo numa merda que só interessa a quem gosta!
Acho que já perdeste tempo demais a falar no Sporting. Só me interesso pelo Sporting quando ele joga com o Benfica ou algum grande jogo europeu...