Saudades... do futuro


O Sporting foi fundado em 1906 e apesar de existirem por aí umas histórias mal contadas sobre a sua fundação, nada que se pareça com o mito Cosme Damião ou com a aldrabice "a perder desde 1893.
Desde então, o Clube de Portugal, nascido em berço de ouro sempre cultivou uma dimensão burguesa e elitista que foi muito manifesta durante a ditadura.
Até 1940 vence quatro campeonatos de Portugal e nos quarenta anos seguintes vence 15 dos seus 18 campeonatos. De 1980 a 2015 o Sporting tem três títulos (1981, 2000 e 2002). Considerando o Campeonato de Portugal tem 22 títulos, ou seja, precisa, em média de 4,95 anos para vencer um título. Mas, considerando a tal divisão histórica - escolhida porque marca na minha opinião, um antes e um depois - o Sporting em 40 anos venceu 15 (um título a cada 2,6 anos) e de lá para cá (35 anos) precisa de 11,6 anos para conseguir um título.
Usando a mesma divisão para o BENFICA e para o porto:
- Benfica: 1940-1980 - 20 ( um a cada dois anos); 1980-2015: 10 (um a cada 3,5 anos);
- porto:  1940-1980 - 5 (um a cada 8 anos) ; 1980-2015: 20 (um a cada 1,75 anos).
Ora, parecem-me evidentes algumas coisas:

- o BENFICA piorou, passando de um título a cada dois anos para um a cada 3,5 anos;
- o porto passa de uma média de oito anos para chegar ao título para uma média de 1,75, a melhor de todas nos 75 anos analisados;
- o Sporting de 4,95 passa para 11,6 anos. A pior média analisada.

O BENFICA está pior, claro, até porque passou pelo momento mais crítico entre 1994 e 2010, mas de lá para cá tem estado sempre MUITO perto do título.
O porto tem sido o vencedor mais frequente, ocupando uma parte dos títulos vermelhos, mas substituindo claramente o Sporting que deixou de ter lugar nos dois da frente, mesmo quando fica em segundo lugar ( o primeiro dos últimos).
É claro que os adeptos do Sporting procuram encontrar outros argumentos para mostrar a sua grandeza, mas os factos falam por si: no Futsal estão sempre nos títulos e isso é a excepção. Basquetebol? Voleibol? Hóquei? Andebol? E até no atletismo a história mais recente mostra outra realidade.
É verdade que continuam a ter adeptos, apesar de não conseguirem ter Direcção. É verdade que continuam a pensar como gente grande, mas estão mais próximo do Braga do que do SPORT LISBOA E BENFICA.
A realidade nua e crua que o SPORTING pode tentar desmentir esta semana, no dragom...

19 comentários:

Paulo Jorge disse...

Uma vitória no Dragão não altera em NADA essa história.

MeiralVermelho disse...

Sim, claro. Até porque a História dos últimos 35 anos vai mostrando que a palavra sporting só fica registado numa ou noutra nota de rodapé. Mas, antes isso do que ir ao dragom prestar vassalagem ao Vaticano! -MV-

Captomente disse...

Grande post!

Zé de Fare disse...

O Sporting foi fundado em 1906.

Factual, sem farmácias ou rodas de bicicleta.

de 1922 até 1960

sporting: 14
benfica: 12
porto: 9

depois 1960

sporting: 8
benfica: 24
porto: 22

coloca a fasquia em 1960 quando tiveste o tal fenómeno do panteão nacional. Só falta a irmã lúcia...

Como vês... não tens nem nunca tiveste o domínio do futebol português...

Zé de Fare disse...

Desde então, o Clube de Portugal, nascido em berço de ouro sempre cultivou uma dimensão burguesa e elitista que foi muito manifesta durante a ditadura.

Os únicos complexados são os que mantêm até hoje uma data de fundação falsa. Nem a ditadura nem a democracia serviram pra abrir os olhos.

Unknown disse...

Nos ultimos 30 anos quem melhorou mais foram os árbitros que têm ganho campeonatos a cada ano.
Este ano já levam uns 20 jogos de colinho

MeiralVermelho disse...

Ó meu caro Zé, mas dos factos que eu apresentei há algum erro? Poderá dizer que as conclusões são outras, mas que a ausência de títulos é uma marca do sporting, penso que isso é um facto. Depois, o fim das modalidades é outro facto. Quanto aos erros históricos, o nosso, é um mito - Cosme Damião. O de outros, a data. Uma aldrabice. Do Sporting? A sua própria existência. Ou antes. Foi. Já não é.
- MV -

MeiralVermelho disse...

E, já agora, toma nota:
- 1929/30, 1930/31, 1934/35 (Campeonato de Portugal);
- 1935/36, 1936/37, 1937/38, 1941/42, 1942/43, 1944/45, 1949/50, 1954/55, 1956/57, 1959/60 (Títulos Nacionais);

Contas... Mas, se vires o post com atenção eu falei de 40 a 80 e depois de 1980. Quem é que falou em 1960??? -MV-

artnis disse...

O "Diferentes" para lá da génese elitista da birra de 2 putos 'bem', sempre foi um clube 'sui generis' ... !

O tipo que em delírio os sonhou "tão grandes como os maiores da Europa" logo abandonou o petulante projecto, em nova birra, ao fim de 8 anos.

Ao outro a doença levou-o a tentar abraçar um comboio em Sete-Rios.

Zé de Fare disse...

deve ser preciso fazer um desenho...

em 1960 chegava o eusébio a lisboa. Isso marca o antes e o depois ou não marca? 1980 marca o que? dá-te jeito não é?

«Do Sporting? A sua própria existência. Ou antes. Foi. Já não é.»

continuas complexado... mas o vieira vai-te explicar melhor na benfiquinhatv naquelas entrevistas onde não tem contraditório. Vai-te dizer o que existe e o que não existe... começando pelo dinheiro que manda os cegos cantarem.

Zé de Fare disse...

quando o vieira escarrapachar na cara de todos os lampiões que o benfica tem tanto dinheiro como o sporting ou seja, nenhum... vais suspirar pela reencarnação do cosme e pelo amor à camisola made in 1908 e não 1904... o porto não fica sozinho na aldrabice da data de fundação.

Benfiquista Primário disse...

O Zezé Caralhinha é tão benfiquista no armário que deu mais 3 títulos ao Benfica: 12 até 1960 e 24 depois de 1960. Portanto, segundo este 'sportinguista', temos 36 títulos e não 33!!

Oh Zezé, isso já é facciosismo a mais - por mais benfiquista que se seja, não se pode deturpar os factos e a História. Isso é o que fazem os sportinguistas, quando insistem que são de um clube grande. E aposto que tu não queres ser confundido com essa gente.

Ou andas a gritar, dentro do teu armário, 'Rumo ao 37o!!!'?

David Duarte disse...

Oh Zé de Fare, diz-me lá tu então qual é a data da fundação do Benfica? É que a questão do Benfica, da sua fundação não é uma questão de verdadeiro ou falso. É uma questão de história que legitima qualquer uma das três datas. Olha! Aproveita ali o blog do Captomente e arranja argumentos por até aqui só disseste parvoice sobre esse assunto.

Eusébio marca uma diferença, é verdade. Contudo não te esqueças que o Benfica foi campeão europeu sem ele. Não reduzas a hegemonia do Benfica a Eusébio. A realidade não é assim tão simples.

E, olha!, não te esqueças de chamar ao Meiral cabrão. Respeita-lo um minimo que seja e insulta na "cara".

MeiralVermelho disse...

Ó zé, tu é que usas argumentos estranhos à discussão... Podia usar 1960, 1970... 1980... 1990... Ai... mas em que é que isso altera a reflexão - o meu ponto é simples. Hoje, um clube grande como o sporting está longe, muito longe, como nunca tinha estado, dos grandes. E isso são factos que eu citei - a falta de capacidade nas modalidades, até porque algumas nem existem. O sporting era um clube olímpico, título hoje transferido para o BENFICA. E a falta permanente de títulos. Dois argumentos. O que trazes para cima da mesa é (des)conversa.
- MV-

Pedro disse...

Mas o Eusébio era jogador de que clube? Essa agora...

A lagartagem é deliciosa...

SportingSempre disse...

a vossa inveja nem para motivo de orgulho nosso serve.

podíamos estar 100 anos sem um titulo que nunca deixaríamos de ser superiores, somos raças diferentes.

entretanham-se mas é com o campeonato que vão ganhar a la pinto da costa.

Zé de Fare disse...

o que é um clube olímpico? tomara tu teres dinheiro para pagar um projecto olimpico...

um clube olímpico não é a telma monteiro nem o nelson évora. Se fosse isso este clube era mais olímpico do que o teu...

http://www.acd.chelagoense.pt/badminton/nota_imprensa/index.html#045

Benfiquista Primário disse...

Ui a inveja que nós não temos! De 3 campeonatos em 32 anos, do Naby Sarr, do sétimo lugar - proezas só ao alcance de uma raça superior, claramente. Superiormente falhada. Superiormente incompetente. Superiormente cómica.

Que inveja! Não é fácil ganhar todos os títulos nacionais numa época - do alto da tua miséria, não podes compreender o que custa!

Rui Gomes disse...

Que bem argumentado, nunca tinha visto uma análise tão bem documentada acerca das estatísticas de títulos ganhos e perdidos acerca dos ditos 3 grandes do Futebol Nacional :)
Muito bem Meiralvermelho, abraço :)