Parem de Fazer de Nós BURROS (seus camelos)

Hoje morreu The Sacred Beast, e, como já referi, fiquei estupefacto quando, à ida para o trabalho, parei como habitualmente num quiosque para tomar café e vi as capas dos diários desportivos.

O Record faz uma chamada bonita, mas só no cabeçalho. O Record acha que os Benfiquistas gostam é de ver sangue e de saber das novelas do Vieira. Pois bem, eu, como Benfiquista, não gosto que me chamem burro, e esta capa é um atestado de burrice a todos os Benfiquistas que compram habitualmente o Record.

O Jogo é patético. Acha que o Mário Figueredo é mais importante que o senhor Coluna. Acha que o Slimani é mais importante que o  senhor Coluna. Acha que o Oceano vir dizer umas merdas é mais importante que a Morte do jogador do Benfica com mais títulos (atenção que só não tem mais que Vitor Baía por causa das supertaças)

Já A Bola, embora não esteja como eu esperava, fez o seu trabalho como diário desportivo (Hoje comprei A Bola, algo que não fazia há uns 2 anos)


Percebe-se a não utilização da capa toda na Bola, e até se pode aceitar a chamada pequena do Record, mas a do jogo está digna de um diário generalista. Ou será que não?


Pois. Mas agora podem-me dizer que todos os jornais generalistas têm apenas uma publicidade na capa, da EDP (rico dia para todos venderem o cuzinho ao mesmo tempo à mesma pessoa, já agora), e que isso contribui (por só ser permitida uma publicidade) para que haja mais espaço para o senhor Coluna. Mas, e se tirarmos as publicidades das capas, e estimarmos a percentagem de espaço dado ao senhor Coluna?


O que vale é que os generalistas têm a capa quase toda ocupada pela EDP. Ou será que não?


É incrível como todos os outros jornais diários deram quase metade do espaço de capa ao senhor Coluna, e o miserável Jogo quis fazer de todos burros, até dos Portistas. 

E porque digo eu isso? Porque, com receio de perder leitores, seguem uma linha editorial que não corresponde à que eles sabem bem, como jornalistas, que deveria ser dada. E a prova está à vista de todos. 

Fica assim distribuído, sem contar com a publicidade:

A Bola = Dois terços da Capa
Diário de Notícias e Jornal I = Metade da capa
Público e JN = Um Terço da Capa
Correio da Manhã e Record = Menos de Um Terço de Capa
O Jogo = Um Vintavo da Capa

9 comentários:

manko disse...

É incrivel este nivel de probreza! Ñ se espera nada melhir vindo lá de cima...

manko disse...

É incrivel este nivel de probreza! Ñ se espera nada melhir vindo lá de cima...

PN disse...

Concordo que é uma pouca vergonha este nível de destaque do Record e principalmente do Jogo, mas não é pior que o espaço dedicado pela capa do jornal do Benfica à morte de Fernando Martins.

hertz disse...

Admira-me a capa do ojogo não ser com declarações do Quaresma ou do Jackson ou do novo deco ou outro jogador qualquer dos corruptos.

Benfiquista Tripeiro disse...

A capa do jogo no Porto (e no Norte) não é essa, a daqui é com o pintinho em grande destaque.


http://www.ojogo.pt/jornaldodia/

rui disse...

Eu quero ouvir o que o cota do bigode tem a dizer sobre isto

Germano Bettencourt disse...

Admira-me a capa de ojogo não ter uma foto do golo do Kelvin.

POC disse...

GOLD.

Kiddo! disse...

Manko, não alinhes nessa merda de guerra Norte/Sul criada pelo Pinto da Costa...