Fé na Humanidade: Going Down

É raríssississimo que eu veja ou ouça aqueles programas de futebol com 1 comentador de cada clube a defender as suas cores (ou as cores do fcp, na esmagadora maioria dos comentadores lagartos).
Não vejo nem ouço porque acho que são uma parvoíce para criar fait-divers, porque o fulano tal disse aquilo, o fulano tal tal respondeu-lhe nao sei o quê, etc.

Da maneira que a cultura Porto transformou o futebol português e da maneira que o Sporting perdeu importância no futebol, um debate de futebol em Portugal é o equivalente a termos um campeão de xadrez a jogar contra um chinpanzé. O símio vai-se limitar a atirar com as peças, guinchar, fazer aquele gesto com as bochechas, mostrar os dentes ou enfiar um dedo no cu. E ainda fica contente.



Há uns tempos calhava estar no carro às 2ªs feiras entre as 19 e as 20, pelo que tinha oportunidade de ouvir os Grandes Adeptos na Antena 1. Ouvi algumas vezes mas desisti. Não valia a pena... O painel era composto (ainda é) por Miguel Guedes, Telmo Correia e Jaime Mourão Ferreira. Basicamente era o seguinte:

O portista era a voz do regime, tal e qual a Coreia do Norte. Não se desviava um milímetro que fosse das ideias e do discurso do querido lider, Kim Jong Peido.
O lagarto dividia o seu tempo entre bater no Benfica e tentar arranjar argumentos rebuscados para mostrar que o seu clube não está atolado em merda.
O benfiquista fazia o que podia, mas era impotente perante tanta falta de bom senso e honestidade.

Vejo muitas referências a esses programas aqui pela blogosfera e nas redes sociais, pelo que vou sabendo +- as coisas mais importantes que por lá se passam e como são os comentadores.
Como iniciei recentemente esta aventura blogueira, decidi andar mais informado sobre estes programas, pelo que esta jornada vi-os e ouvi-os a todos. Trio d'ataque, Grandes adeptos, Dia Seguinte e gravei o Prolongamento, que vi depois. Além de que procurei no youtube alguns excertos passados desses programas.

Gente...se hoje ainda houvesse a Santa Inquisição, de certeza que não usava aquela mariquice da fogueira. Passava gravações destes programas a tudo o que era bruxa ou herege.
Aqueles programas são I-NE-NA-RRÁ-VEIS!!!!

Os portistas são uma coisa absurda. A incoerência, a desonestidade, a lata! E o que é assustador é que, pelo que vejo e vivo diariamente, aquelas opiniões passam e têm total receptividade por parte dos adeptos. Desde o trolha ao médico, desde a cozinheira à professora.
É que é igualzinho à Coreia do Norte! Mas acho que os vizinhos a Norte da terra do Gangnam Style têm uma necessidade maior coagir os seus habitantes. E se os norte-coreanos possuem bombas nucleares, o Proxeneta Idoso tem capacidade de largar bombas de Metano, igualmente perigosas.

Os Sporting é ostracizado nestes programas. No Dia Seguinte e nos Grandes Adeptos não há comentadores do Sporting. Há dois comentadores portistas em cada um desses programas. No Trio d'Ataque há um adepto do Instituto da Vinha e do Vinho. Só mesmo no Prolongamento é que vi um indivíduo a tentar defender o Sporting apesar de, provavelmente, muitos discordarem do modo como o faz. O Barroso pode ser um cromo, mas agarra o boi portista pelos cornos. E parece ser o único gajo que critica o sistema corrupto naquele programa cujo painel é composto por um portista, um Sportinguista e um adepto do restaurante Gambrinus.
O careca burro saiu do Dia Seguinte mas já deu para ver que o betinho novo é mais do mesmo.

No Benfica as coisas dividem-se. Há dois animais políticos (RGS e Telmo Correia) que na minha opinião mandam pinta (na bola...na politica detesto os dois) mas que, logo por azar, foram parar aos programas onde há dois portistas. O esforço deles é louvável mas inútil. O Gobern é o Bambi a enfrentar um T-Rex. O Fernando Seara defende as cores do Fernando Seara.

E se estar a repetir exaustivamente lances em slow, super-slow ou super-hiper-slow motion de todos os ângulos possíveis quando o árbitro tem que decidir em frações de segundo já é bastante parvo, tudo se torna ainda mais parvo quando perante as imagens se continuam a negar evidências ou a afirmar falsidades.

Sei que agora há um programa n'aBola TV, mas pelo que já fui vendo no youtube, é mais do mesmo.

Por isso, caros leitores: Não contem comigo, MESMO NADA, para comentar ou alimentar debates sobre este tipo de programas. Só se for uma coisa mesmo escabrosa que por lá tenha acontecido.
A sério...ontem já me chegou e tenho medo de passar a ter problemas de stress pós-traumático.

Vou passar a ver a Casa dos Segredos...merda por merda, ao menos vejo um programa onde há gajas boas e ao mesmo tempo pêgas!

12 comentários:

John Doe disse...

"E se os norte-coreanos possuem bombas nucleares, o Proxeneta Idoso tem capacidade de largar bombas de Metano, igualmente perigosas."

hahahahahahahahhahahaha em grande, Pedro Silva

Anónimo disse...

Ouve o Jogo Falado da TSF. Aí falam de futebol.

M disse...

nao vejo nenhum , são uma merda, facciosismo doentio e lesa futebol...no entanto, cruzei-me em zapping com 1 programa com o Daniel, o Pratas,, estava lá o Helder (ex defesa do Benfica) e o treinador do Paços....pareceu menos mal..alguém sabe qual é? ja nem sei em que canal ou horario é transmitido...

Rafael Ortega disse...

O que é chato é que os representantes do Benfica nesses programas são tipos razoavelmente educados, pelo que discutir ao nível lamacento de um Guedes ou Serrão é-lhes impossível.

Henrique disse...

O que ainda se consegue ver melhor é o da TVI24, porque o Barroso e o Serrão transformam aquilo numa peixeirada trágico-cómica. Agora de futebol isto não tem nada, é a futebolite no seu estado mais puro. Mas, por outro lado, o pessoal quando vai a bola quer é ganhar e mandar o árbitro pó caralho. O resto são pintelhos.

Vitto Vendetta disse...

Olha que o Gomes da Silva anda a dar grandes bailes :D

Benfiquista Tripeiro disse...

Gosto do jogo falado (tsf, segundas), do grande área(rtp inf, terças) com o Carlos Daniel e do 4-4-1 (quartas) com o Mozer.

De vez em quando vejo os dos facciosos, mas aquilo é horrível. Não há, nem tentam que haja, qualquer tipo de argumento racional nesses programas, é só bandidos a fazerem-se passar por gajos honestos. O aguiar para mim é o pior de todos. De longe!

Roberto Rensenbrink disse...

Eu vejo extratos do programa da TVI por três razões:

1.º) A pança do Serrão é digna de contemplação.

2.º) O «fodinhas» do careca é um «must» de patetice e de trejeitos. Se o gajo for assim na cama, percebo porque a Judite de Sousa anda tão apalermada.

3.º) O Dr. Barroso é um ponto a falar de futebol, mas gosto dele, por isso e por ser genuíno. Além disso, não é um faccioso nem um anti-benfiquista primário e percebe onde está a fruta podre.

O resto é trampa, sobretudo o seboso do Miguel Guedes e o inenarrável Guilherme Aguiar, uma das serpentes originais do antro.

POC disse...

É por isso que há algum tempo que deixei de ver e ouvir essa gente.

pitons na boca disse...

Nem uma palavra sobre a Joana Amaral Dias... pode ser andrade mas, tirando o som, tem um par de pulmões de relevo...



(não vejo esse tipo de programas, só alguns dos videos que postam pelos blogs que visito)

Redceltic disse...

M esse programa de que falas chama-se grande área.

Fenómeno disse...

vê o 4-4-1, quarta-feira na tvi24. O jorge sequeira, do braga, é uma autêntica peça!