FESTANÇA!

Fantástico. O domingo de páscoa não foi vivido com mais nada que não o Benfica na cabeça, e conforme as horas passavam, a confiança deu lugar aos nervos, que me consumiram na primeira parte do jogo. Se, ao início, ainda me ria porque estávamos a cilindrar, quando comecei a ver que elas não entravam, comecei logo a pensar que as coisas poderiam correr mal. Mas a verdade é que o Benfica é uma equipa diferente, e é também o melhor do mundo, e o melhor do mundo tem é de ganhar, e os jogadores sabem muito bem isso. 

Parabéns a todos eles, pela fantástica segunda volta. Acabo por dar mais valor a este título do que ao de 2010, porque neste subimos a pulso, e os jogadores foram capazes de dar a volta a um período negativo,e a exibições tremidas. Não ponho a menor dúvida de que o funeral de Eusébio, e o momento que aquela equipa viveu, contribuiu em muito para uma maior aproximação do plantel entre si, e com o povo benfiquista. Aquele momento de Cardozo desfeito em lágrimas nunca me sairá da cabeça.

Mérito total para a nossa equipa, para o presidente por ter segurado o treinador (a teimosia nem sempre resulta, mas quando resulta, traz uns estragos do caralho), e claro, para Jorge Jesus, que nos dá aquilo que tanto esperámos o ano passado. Quem esteve na festa, e quem acompanhou pela televisão, percebeu que todos os fantasmas do ano passado foram à vida, pelo menos ontem, e que o banho de benfiquismo dado aos jogadores poderá ser o que é preciso para termos uma das melhores épocas de sempre. 

Quero mais, muito mais, mas estou muito agradado com esta conquista, mas sobretudo pela atitude dos jogadores (especialmente Luisão), que tenho de fazer outro post só para eles.

33 é nosso, numa época em que os nossos dois melhores golos foram marcados a Sporting e Porto, numa época em que levámos 5-2 de balanço ao Porto, e em que demos um dos maiores banhos de bola de sempre ao Sporting, numa fase em que eles se galvanizavam e praticavam um excelente futebol, tendo, a partir daí, descido de produção (só eles é que não vêem isso?).

O 33 tem um sabor muito especial, e já foi dedicado a tanta gente, mas de mim, vai inteirinho para todas as pessoas para quem eu não falei no dia a seguir ao descalabro da época passada, todos que gozaram. Este é para vós, filhos da puta.

2 comentários:

Luis disse...

Até morrer até morrer até morrer Benfica até morrer! Quero as taças e a Liga Europa :D

Benfiquista Tripeiro disse...

Ontem foi espectacular, agora é preciso concentração máxima para o próximo objectivo!