Serbska - Um admirável mundo novo

Sempre admirei o povo da antiga Jugoslávia, com fortes convicções, e uma força de viver só espelhada na vontade que tinham que outros morressem. É com bons olhos que vejo a aposta nos jogadores vindos dessa região, especialmente da Sérvia, os mais aguerridos mas também os mais seguidistas e, vá, loucos da cabeça. O que não vejo com bons olhos, e penso que a maior parte dos meus confrades Benfiquistas também não, é o facto de se estar já a desvalorizar esse mercado, comprando ao magote, e com direito a bónus pack familiar. 

Se acertamos com Matic, não quererá dizer que vamos acertar com todo e quaisquer sérvio que nos apareça à frente, e corre-se perigosamente para a tal desvalorização do mercado de leste, que já não andava em voga desde os tempos dos 'irmãos' russos que decidiram trocar o Bairro Alto pela Ribeira.

Karadzic, tinha cabelo para treinar o Glorioso
Karadzic, o auto-proclamado filho de Deus na terra (de facto tem o cabelo parecido com D10s), é um dos exemplos do que a Sérvia tem de melhor... e pior. Karadzic mandou na Bósnia até que estes conseguiram a independência, para depois entrar em guerra com os Croatas e começar a levar no lombo. Após perder algumas regiões importantes para os vizinhos, resolveu comandar ele próprio os exércitos, e com isso conseguiu grandes conquistas para o seu país, na busca da unificação jugoslava. O pior é que a maior parte destas batalhas foram de pouca lealdade, nada apreciáveis num líder que se preze, e isso levou a que milhares de muçulmanos inocentes perdessem a vida à mercê deste independentista unificador (paradoxo do caralho).

O grande problema dos sérvios, regra geral, é que tendem a confraternizar entre si, um pouco como os brasileiros, e isso poderá criar mais um grupo no balneário, voltando a enfraquecer o poder da língua portuguesa, já um pouco 'corrompida' pelo castelhano, apesar da assimetria linguística com a língua de Camões. Será que Jesus, a quem aponto graves problemas de comunicação e entendimento com os jogadores, tem a capacidade de se comunicar decentemente com estes sérvios todos? Será que Matic, para além de todas as posições que ocupa brilhantemente no terreno, passará a servir, ou servioir, como tradutor? Não basta pensar na qualidade, é necessário estar atento às condicionantes da língua, e evitar casos de 'inadaptação', que levam à indisciplina e à quebra de balneário.

Fica o alerta.

13 comentários:

Jorge Alemão disse...

O que se passar com este blog, porra ?

Vitto Vendetta disse...

Em termos de quê? Conteúdo? Design? O que te aborrece, Jorginho?

PP disse...

Caro "Cabelo",

Proponho a mudança do nome do Blog para o "Cabelo do Markovic".

Se ainda apresentam o cepticismo a essa mudança, proponho que vejam as fotos do rapaz e depois digam lá se também não é farto de couro cabeludo?

Sem mais assunto de momento.

;)

Paulo disse...

"O grande problema dos sérvios, regra geral, é que tendem a confraternizar entre si"

Que raio de frase mais parva. Pra já deves conhecer muitos sérvios pra fazeres uma generalização dessas. Depois qual é a comunidade emigrante que não tende a confraternizar entre si? Queres ver que os ucranianos que moram em Portugal não se falam? E os chineses só saem com os indianos? E enquanto os brasileiros que tu conheces tendem a confraternizar entre si, os portugueses no Brasil ou em França andam de costas voltadas? Enfim, quando se quer espalhar a suspeita, tudo serve para apontar o dedo...

Vitto Vendetta disse...

Ok, não foi feliz porque qualquer comunidade tende a isso, mas apenas quis referir que se irá criar outro 'grupinho' no balneário, e que desta vez não fala o português ou o castelhano.

Não estou a apontar o dedo, estou só a alertar antes que seja necessário apontar o dedo.

Fragatelli disse...

Ó Vitinho aperta com eles caralho fodaaa-se.

lawrence disse...

Se o blogue foi aberto como homenagem ao Pablito, que assim continue...ou encerre!
Mas que não mude!
E afinal, quem é esse chavalo do ....vic para já ter direito a um blogue?
Ele que apresente credenciais, que seja assim uma mistura de Rui Costa com Aimar e a gente logo fala!

lawrence disse...

Não gosto do novo look!
Saudosista do crlh que eu sou!
É por isso que gostava de ter novamente o Glorioso com Eusébio mais dez!

Benfiquista Tripeiro disse...

O Vitto explicou-se mal, mas acho que tem razão.

Os povos de leste são bastante mais frios, no que toca a relações humanas. Enquanto que os latinos são povos geralmente mais afáveis e abertos a novas amizades, os povos de leste têm fama de serem o contrário.

Todos sabem como era o balneário do Benfica quando andavam lá os russos todos. Para quem não sabe/não se lembra, procure as palavras do Mozer sobre o assunto. Tenho receio que o balneário possa ficar dividido, mas por outro lado já não estamos nos anos 90, a sociedade é completamente diferente hoje em dia, por isso pode ser que a coisa corra bem.

Podiam contratar o Filipovic para adjunto/tradutor, assim fazíamos casa cheia.

Redceltic disse...

Pois, mas Sérvia não é bem leste. está ali algures no centro junto ao mediterrâneo.

pitons na boca disse...

Pra mim até Espanha é do Leste, o resto é conversa. :)

Benfiquista Tripeiro disse...

Eu sei que não é do leste, como a Polónia também não é do leste. Mas são países com essa mentalidade, foi isso que quis dizer.

DeVante disse...

Eu prefiro um gajo bom, mesmo que seja antipático do que um brazuca armado em vedeta que me tenta convencer que é benfiquista desde pequenino.