Gente Estranha nos Estádios

Sobre o dérbi não vou falar muito mais, acho que ontem já disse tudo o que sinto em relação a esse jogo. Estar a remoer mais sobre o derby e o que virá a seguir só faz mal. Às unhas, sobretudo.

Portantos, à falta de assunto vou lançar uma ideia que andava a magicar.
Já há algum tempo que andava a pensar fazer aqui uma recolha de testemunhos sobre gente estranha que já viram nos estádios. Os Cromos na Bola!

Na minha vida vi apenas 16 jogos do Benfica ao vivo em 6 estádios, pelo que não sou um gajo muito rodado no ambiente de estádio.
Da minha parte, acho que o mais estranho que vi foi um gajo, adepto do Benfica, naquele terrível Rio Ave - Benfica em Abril de 2005. Não só perdemos daquela maneira como ainda paguei 35€ para ver um jogo em pé no topo da bancada.

Ao meu lado estava um gajo, com ar de quem tinha tomado banho pela última vez em 1972. O cheiro que emanava era um mix de mijo, cerveja e catinga.
Quem já foi ao estádio dos arcos em Vila do Conde já deve ter reparado que um dos principais patrocinadores do clube e do estádio é a Escola de Condução Guedes Vieira. Sempre que a speaker transmite alguma informação sobre o jogo pelos altifalantes, essa informação termina sempre com uma musiquinha e um "esta informação foi patrocinada por...Escola de Condução Guedes Vieira".

É tipo isto:

- Substituição na equipa do Benfica. Sai, com o nº 17 Carlos Martins. Entra, com o nº 10 Pablo Aimar. Ding ding Esta informação foi patrocinada por... Escola de Condução Guedes Vieira.

Ora, o bem-cheiroso ao meu lado até era calminho a ver o jogo. Vociferava um bocadinho quando havia falta do rio ave ou era assinalada uma ao Benfica. Mas sem exageros. E nem sequer levava as mãos à cabeça quando o GR do rio ave fazia mais uma defesa impossível. E ele deve ter feito umas 716 durante o jogo todo!
No entanto, sempre que ouvia aquelas palavras - Guedes Vieira - o homem transfigurava-se e tornava-se num monstro raivoso.
De cada vez que ouvia o nome daquela escola de condução, berrava em plenos pulmões, com voz rouca, a mostrar desespero, quase a puxar choro:

- A Guedes Bieira, pá! É só putas e paneleiros!

Não estou a brincar. O jogo teve 6 substituições, 4 amarelos, 1 golo e 2 amostragens da placa de compensação. É de supor que se ouviram 13 informações patrocinadas pela Guedes Vieira.
E garanto-vos: o homem disse aquilo em todas elas, sempre com o mesmo tom!

Não sei se reprovou muitas vezes naquela escola ou se algum Guedes Vieira o maltratou na infância. Mas aquilo foi muito estranho. Uma pessoa que se passa mais dos carretos com o patrocinador do estádio do que com o jogo...

E vocês? Qual foi o momento mais "WTF?!" que viram num estádio? Já viram pior que isto?


22 comentários:

Gonçalo Teixeira disse...

Para mim foi no estádio da Luz um adepto (pelo sotaque parecia lisboeta) perto de mim que insultou o árbitro apenas com os nomes de porco e palhaço durante o jogo todo. Além de ser extremamente cómico, O próprio árbitro quase que se sentiu "pressionado" com aqueles palavrões. Não sei se é por ser do norte mas realmente há gente com muita classe a insultar árbitros lá para o sul.

The Mask disse...

Nem mais, esta é uma das histórias que mais me marcou ao ver um jogo de futebol. Benfica-Belenenses e já nem me lembro em que ano:

Num jogo de futebol, os loucos proliferam como buracos numa estrada secundárias. Sejam as claques, sejam os frustrados que falam sozinhos como se alguém lhes prestasse atenção, há loucos para todos os gostos.
Num Benfica vs Belenenses, que fui ver com um amigo, fomos abordados por uma personagem simplesmente genial de tão louco que era. Estádio vazio, ocupamos dois lugares diferentes dos que vinham no nosso bilhete. Nem 10 minutos estivemos sentados quando se aproxima um senhor de boina castanha, samarra e óculos fundo de garrafa de Coca-Cola.
Olha para o bilhete, com o nariz bem perto das letras, olha para nós, olha para o bilhete:

-Boa noite. (sotaqueou ele em beirão)
-Boa noite. (dissemos nós)
-Exe lughár é meuh.

Levanto-me para mudar de lugar e a personagem senta-se mesmo ao lado de nós. A bancada onde estávamos encontrava-se vazia, logo aí olhei para o meu amigo e rimo-nos sozinhos, iamo-nos levantar quando o senhor agarra o meu amigo pela mão e começa a vociferar:

-Istu... Istu é culpa do Pinto da Costa! Em 1972 no Benfica-Salgueiros (babava-se ele) foi assim e depois fomos à Covilhã e depois foi o que foi. A culpa disto é dos carneiros injectados (cuspiu ele).

A culpa de quê?? Pensei eu, é que o jogo ainda nem tinha começado. Olhei para o meu amigo e ele tinha o casaco cheio de medalhas de saliva que saíram da boca do senhor. Entretanto ele continua:

-Boxês num sábem, mas istu é axim. O Benfica em Espinho e depois no jogo do Porto em Guimarães, tão a ver??

O jogo começa e o senhor cala-se. Por estar a apreciar bastante a personagem não mudámos de lugar. É que quando me deparo com pessoas tão suis generis tenho o estranho prazer de alimentar as suas paranóias, concordar com elas e arranjar outras. Sinto-me como se estivesse a interagir num sketch qualquer, então vou no papel e crio a minha própria personagem.
Estava nesta introspecção, quando o Belenenses quase que marca golo. O senhor levanta-se e começa a dar pinotes, com as mãos em cima do banco da frente (qual cabra do monte):

-Carneirus injectaduuuuuuuuuuuuus. Uuuuuuuuuuh! Isto é culpa do Pinto da Costaaaaaaaaaaa. (O senhor vira-se para trás, com o sangue nos olhos, completamente tresloucado e começa um monólogo)-Injectados..... Contra o Porto uuuuh nada, depois em 63 perdemos no jogo do Oriental, agora isto. Carneiros injectadoooooooos...

Perante tal demonstração de "indignação" louca do senhor, as pessoas à volta também se começam a rir e a concordar com ele, numa atitude displicente para ver se ele se calava, mas nada acalmava a fúria do homem dos óculos com lentes binoculares...
Nunca mais vi o senhor da samarra e dos carneiros injectados, mas ganhei para sempre um arquétipo de louco para qualquer argumento que eu pense em escrever.

Germano Bettencourt disse...

Não me lembro de nada especial. Apenas comento para dizer, "SÓ 16 VEZES?" wtf?

Até eu, sendo Açoriano, já vi o Benfica mais vezes. Já vi o nosso glorioso na Chopana, Velha Luz, Nova Luz, Municipal de Coimbra e Bessa no jogo do título 2004/05.

Vê lá se melhoras essas estatísticas.

Zé Ninguém disse...

The Mask chorei, literalmente, a rir com o teu comentário! Muito bom!

Também não me recordo de nenhum lunático em particular, mas agora com o Jamor a chegar vou ver se faço um safari de loucos antes do jogo

Jimmi Benfica disse...

Haviam imensas personagens na Luz, benfiquistas de alma e coração que tinham o seu tique de loucura. Recordo um que era um misto de Asterix com um Homem das cavernas, o pessoal chamava-lhe Unga. Levava sempre um corneta e gritava: "Quem não é do Benfica o que é? Jeová, Jeová, Jeová!!!" Depois tocava a corneta e gritava a plenos pulmões: Ungaaaa! Ungaaaa! Ungaaa! Isto sempre 3 vezes sem falhar. Uma vez encontrei-o num comboio numa deslocação a Aveiro para ver o Beira-Mar-Benfica. Foi a viagem toda a tocar a corneta e a gritar as frases de cima. Já ninguém o podia ouvir! Eheheheh. Depois vim a saber que não foi ao jogo, foi preso por tentativa de agressão a um policia que o não deixou entrar com a corneta! No novo Estádio ainda não vi, não sei o que é feito dele. Rumo ao 33º!

Francisco Nascimento disse...

Benfica-capomaiorense no final dos anos 90. Cada vez que o nuno gomes retocava o seu bonito coiro cabeludo gritava o sr ao meu lado:
oh meu paneleiro cabelos tenho eu no cu e cago neles

euqueroumacasa disse...

Pessoalmente recordo um benfica-sporting já na nova luz, há 3 anos salvo erro.
estava no topo da bancada coca cola e tinha uma sra já com alguma idade (sportinguista ferrenha), acompanhada da sua filha e que berrava alto e bom som para quem a quisesse ouvir: "Vamos lá Sporting!! Vamos ganhar a estes lampiões!! Se não ganhamos hoje, o meu marido que é Benfiquista não me toca durante um mês!!"

Escusado será dizer que passei o jogo a chorar a rir e a pobre da filha da senhora não sabia onde haveria de se enfiar com tanta vergolha...

Vasco disse...

Bolas. 16 vezes? Tenho pena por ti. Mais que isso já vi este ano. Mas é a geografia.


Eu já vi muitos cromos. Posso escrever 1 livro sobre eles.

Mas o maior que vi não falou, não disse nada. Só passou por mim.
Virou-se de costas e tinha uma camisola do Paulo Madeira.

Pedro Dias disse...

Lembro-me de, quando era mais novo, ir ver muitos jogos à Mata Real (isto porque sou de Paços de Ferreira) e lembro-me de um certo senhor que em todos os jogos fazia o mesmo: em momentos em que o jogo estava morno, as equipas trocavam a bola, os adeptos todos calados e sentados e, do nada, o senhor levantava-se, enchia os pulmões e gritava "Filho da Pu**" e depois sentava-se como se nada passasse.

Vitto Vendetta disse...

Grande ideia, Pedrocas :D

Lembro-me de muitos, mas um que me marcou foi um careca cheio de tatuagens (estava em tronco nu) na bancada sapo.

Não me recordo também o adversário, estou em dúvida entre Sporting (empate) ou o FK Gotenborg (acho eu, naquele em que o Maestro marcou 2 golos).

O gajo passou o tempo inteiro a perguntar-me insultos em inglês para dizer ao árbitro, e eu até cheguei ao ponto de lhe dizer "I'm a cunt" e o gajo a gritar aquilo para o árbitro (até me mijo só de me lembrar disso ahahah).

O pior foi quando entrou o Adu (daí a minha dúvida, pq acho que ele não jogou com o Maestro), começou a chamar-lhe Amerikansky da merda, e a insultar o gajo também.

Ah, é capaz de ter sido no tal jogo da uefa, porque quando marcámos um golo percebi que ele tinha lá um filho no colo, e subiu para cima da cadeira, com o filho às 'carrachuchas', saltou tanto que a partiu.

Também vi um cromo com uma camisola do Benfica que gritou golo naquele penálti (gamado) do Lucho (quando o diabo entrou em campo). Teve que tirar a camisola à chapada, mesmo ali ao meu lado.

ammp disse...

Académico de Viseu no Estádio do Fontelo, o Renato (cromo do clube) a agarrar-se à rede e ao arame farpado para festejar um golo.
Foi literalmente sangue, suor e lágrimas...

Carlos Alberto disse...

Eu nunca vi nenhum cromo estranho no Estádio da Luz... foda-se mas vocês acham que eu ia de espelhinho para a Catedral.

Sois uns mariconsos!!!

David Duarte disse...

Em Alcobaça havia um que que era conhecido como o "Ai que sede". O gajo durante os jogos do Ginasio dava voltas ao Estadio, de tronco nu a mostrar a sua barriga de cerveja, a gritar "Ai que sede! Ai que sede!", naquela a ver se alguém lhe dava dinheiro para beber.

Ricardo disse...

Obrigado ao Pedro e ao The Mask.

rui disse...

Cromos em Portugal é as farturas e nao é so no estadio.Eu por exemplo,que vivo aqui no norte,perto de Espinho enfim,malcriadões inclusive eu tambem é aos pontapes.Mas nunca,nunca na vida conheci um tipo tao malcriado como um que costumava ir ver os jogos á casadobenfica em espinho.Era um senhor de Grijo,trabalhador da construção civil uma personagem absolutamente tipica,pequeno e com bigode e uma voz so de si engraçadisima.


Tanto Fazia estar crianças como senhoras la a ver o jogo tambem...o Homem era fodace praqui,caralho pracolá.Tenham em conta que eramos todos mais ou menos assim..Tudo uma cambada de malcriadoes mas este para ter que ter sido chamado atençõa pelo dono da casa era porque era algo...

Uma vez ate o decidi filmar,pena isto ter sido em 2005 e tenho o video num motorola e1000, la estava ele sentado,perna alçada..a falar para a tv quando surge uma falta: OLHA LÁ FILHADAPUTA, BAI PA PUTA QUE TA PAREU BOI,OLHA O FILHA DA PUTA OLHA!

rui disse...

Ah,e a 1 vez que fui ao estadio da luz, veio um gajinho ter comigo a tentar me vender um telemovel, eu dizia que nao queria e ele,Pronto entao faz esse,que eu sei que voces sao do norte eu quero sentir aquela moca do norte..E eu..oh amigo eu nem sequer fumo nada disso...E ele..anda la eu sei que tens ai uma pedrinha,acende la isso vamos apanhar a moca do norte..e nao se calava com a moca do norte

Vitucu disse...

Jogo de preparação para o mundial de 2006 em Agueda. Já nem me lembro contra quem. Situação hilariante que envolve também os altifalante do estádio. Foi mais ou menos assim:

Meio da 2ª parte, mensagem do speaker:
- Atenção pede-se ao proprietário do veículo com a matrícula 31-XL-27 (uma qualquer) o favor de se dirijir rápida e urgentemente a ele.
Um gajo uns quantos lugares ao meu lado:
- Olha olha é o meu. Ta bem..já vou agora não me apetece.

10 min mais tarde:
- Atenção peço novamente ao proprietário do veículo com a matrícula 31-XL-27 que se dirija rápida e urgentemente a ele.
E o gajo:
- É já a seguir. Mas o que é que este gajo quer. Eu tenho o carro bem estacionado ó palerma. Vais esperar até ao fim do jogo.

10 min mais tarde:
- Atenção pede-se ao proprietário do veículo com a matrícula 31-XL-27 o favor de se dirigir a ele POIS ELE ACABOU DE ARDER!!! E pede-se aos proprietários dos veiculos(...) que venham também pois são os próximos.

O estádio todo a rir!!!
Menos o gajo que saiu a dizer filho da p#%$, cabr$&% do cara&#$#.

Um fartote de rir!

Mr. Shankly disse...

"Recordo um que era um misto de Asterix com um Homem das cavernas, o pessoal chamava-lhe Unga. Levava sempre um corneta e gritava: "Quem não é do Benfica o que é? Jeová, Jeová, Jeová!!!"

Eh pá, tinha este gajo guardado num recanto da memória! Obrigado pela lembrança! Grande Unga!

Bom, um dia estou sentado na bancada do antigo Estádio da Luz e chega um senhor de idade que me pergunta: "Qual é o grupo que joga hoje com o Benfica?". Eu que devorava jornais desportivos e conhecia as 16 equipas e respectivos plantéis, equipas técnicas fiquei de boca aberta: aquele grande benfiquista só sabia que o Benfica jogava às três, e chega. E tem razão.

Ah! E lembro-me de quando o Caniggia jogava no Benfica haver um vendedor de pipocas que gritava: "Olha as pipocas do Caniche!".

LDP disse...

Cromos vi alguns, situações caricatas também...mas para acabar já com a discussão, eu, meus caros senhores, vi com os meus próprios olhos o senhor jorge nuno pinto da costa a levar com uma lata de compal de pêra mesmo no meio do focinho á saída do estádio do Portimonense.

Batam esta, se conseguirem.

Vitucu disse...

LDP não seja mentiroso que o Compal de pêra não vem em lata. Vem numa garrafa de vidro (ou em tetrapack)! LOL

Paulo Maltez disse...

Vitucu... deves ter nascido no anos 90!!!!! Frascos ou garrafas com sumo Compal é algo comtemporaneo. O sumo Compal antigamente vinha numas latas estreitinhas tipo "RedBull", muito mais duras que as normais latas de Coca-Cola, e que enferrujavam, sério. Não eram feitas para se por na boca, mas sim directamente para o copo.
E mais, o sumo era sumo à séria. O de pêra só lhe faltava a casca para mastigar

Mr. Vi disse...

LDP esses olhos gravam??? É que eu pagava para ver isso. Muito bom.