Até Já, Senhor Coluna

Se pensarmos bem, não poderia ser de outra forma.

No dia em que o Benfica celebra 110 anos de história, consuma-se a cerimónia da passagem do maior capitão de sempre do clube. Depois ainda há quem pergunte o que é a Mística Benfiquista.

Como li ao Alberto Miguéns, o senhor Coluna é coração do Benfica, e pode ter morrido, mas o Benfica não, por isso Coluna continuará a ser o coração do Benfica até que o clube morra, ou seja, NUNCA!

Eu, como vós, sempre quis ser igual a ele, e ao Eusébio, e ao Chalana, ao Rui Costa. Mas não fui. 

Sou um tosco de merda que não sabe jogar futebol. 

Mas, o funeral de Eusébio, com a bandeira sobre o caixão, e o de Coluna, hoje, fez-me pensar algo,

Eu posso ser como Eusébio e Coluna. Na hora da passagem, quando uma gloriosa e frondosa bandeira do SL Benfica cobrir meu Caixão. Porque já dizia Noel Rosa, "quando eu morrer não quero choro nem vela, quero uma fita amarela gravada com o nome dela". 

Pois eu quero uma bandeira vermelha, com o nome do SL BENFICA bordado a letras douradas, com o símbolo no mesmo sítio do coração, e com a àguia a erguer as asas sob minha cabeça.

É assim que eu quero ir, como Eusébio. Como Coluna.

Sempre evitei pensar na morte, porque nunca me dei bem com ela (eu sei que ninguém se dá, mas eu tenho uma aversão descomunal, quase fobia), mas quando cheguei à conclusão que só a morte me fará ser igual a Eusébio ou Coluna, posso dizer que nunca mais me assustarei com a ideia da minha morte, pois sei que o meu Benfiquismo se confirmará, e entrarei num lote restrito onde se incluem alguns Deuses que me preencheram em vida, e que poderei ostentar com orgulho, quando chegar ao outro lado, coberto com o Manto Sagrado, pronto para dizer a Coluna tudo aquilo que nunca disse.

Obrigado Capitão dos Capitães do Mais 'Campião' dos 'Campiões'.
Obrigado Senhor Coluna.

(Mário Coluna vai a enterrar em Maputo, pelas 13h de Portugal)


2 comentários:

POC disse...

Respect.
Abraço grande, patrão.

Luis Matos disse...

Grande texto Vitto!