Sport Lisboa e Benfica - Sporting Clube de Portugal

No proximo fim-de-semana vai realizar-se o jogo dos jogos. Digo isto sem ironia nenhuma visto ser a minha profunda convicção que cada Benfica-Sporting é o evento desportivo por excelência em Portugal. O acaso faz bem as coisas e neste caso não se enganou. Fundados antes da instauração da Republica, a verdade é que as cores de Benfica e Sporting não poderiam ter sido melhor escolhidas para representar as duas unicas instituições desportivas portuguesas verdadeiramente nacionais, os dois unicos clubes capazes de fazer parar Portugal com as suas vitorias que infelizmente são cada vez menos com o passar dos anos. Um Benfica-Sporting é bem mais do que o simples derby de Lisboa : é o derby de Portugal.



Vou escrever algo que normalmente causa muita confusão a certos camaradas benfiquistas quando me ouvem dizer aquilo que vou escrever agora : tenho um enorme respeito pelo Sporting. A razão deste respeito é muito simples. O Sporting é o verdadeiro e unico rival do Benfica. Aqui torna-se importante dizer aquilo que eu entendo por rival. Para mim um rival é todo aquele, instituição ou pessoa, que representa o mesmo que aquilo que somos. Por outras palavras, todo aquele que pretende o mesmo que pretendemos. E não apenas pretende como dispõe dos meios para consegui-lo. Neste sentido, e na medida em que tanto Benfica como Sporting são os unicos clubes portugueses que podem intitular-se como clubes nacionais, unicos clubes portugueses cujos adeptos se encontram em grande numero não apenas em Portugal como nos quatro cantos do mundo, o Sporting merece-me todo o respeito.


A verdade é que, antes de um Benfica-Sporting, nunca estou com o estado de espirito do "vamos f.... aqueles f.... da p....". Este estado de espirito reservo-o para o inimigo. Sim, esse mesmo que pela sua natureza representa toda a podridão e, como tal, deve ser destruido. Para um Benfica-Sporting estou ansioso, sempre muito ansioso e a contar os minutos para o inicio da partida porque jà sei que o resultado do jogo motivarà uma boa parte das conversas sobre futebol até ao proximo Benfica-Sporting, seja porque sou eu a puxar o tema, pelo meu lado sàdico que gosta de enervar os meus caros amigos sportinguistas, seja porque são estes a puxar o tema para picar-me. Felizmente, desde que vejo futebol, têm sido mais as vezes em que sou eu que estou por cima!

Sinto um enorme desgosto em ver que este respeito que as duas maiores instituições portuguesas merecem tem vindo a desaparecer entre os adeptos das duas equipas. Não deixa de ser curioso o facto de este respeito existir nas gerações mais velhas, que viram Benfica e Sporting lutarem a dois pelo dominio nacional. Curioso e contradictorio visto que o desprezo começou a emergir quando uma terceira força obscura se impôs. Tenho a profunda convicção (mais uma) que uma das causas do poderio do outro tenha sido o resultado de uma estratégia que provocou o desaparecimento do respeito entre Benfica e Sporting, que fez com que os adeptos destas duas instituições se considerassem como inimigos quando o verdadeiro inimigo é outro. Desde finais dos anos 80 que benfiquistas e sportinguistas entraram num conflito que finalmente apenas dà jeito ao outro visto que Benfica e Sporting apenas se enfraquecem ainda mais. Enquanto lampiões e lagartos forem em maior numero que os benfiquistas e sportinguistas, quem ganharà serà sempre o inimigo.




Atenção! Com isto tudo não afirmo que deva existir uma aliança entre os dois clubes. Uma aliança implicaria que todas as decisões determinando as estratégias de Benfica e Sporting estivessem dependentes do acordo do aliado. Ora é inimaginàvel que as posições do Benfica na Liga de Clubes dependam do acordo do Sporting e vice-versa. Contudo o que é possivel fazer é barrar o caminho ao inimigo, minar de forma sistemàtica toda a estratégia do inimigo comum e, para tal, não é necessario metermos em causa a independência e autonomia seja do Benfica ou do Sporting. Basta termos consciência que o verdadeiro podre do futebol português não é aquele que é o nosso rival e com o qual as melhores paginas do desporto nacional (isto vai além do futebol) escrevemos através de todos os nossos confrontos. Esse verdadeiro podre tem uma cara, uma instituição e uma propaganda.

Inspiremo-nos pois, benfiquistas, do nosso fundador, do respeito e consideração que Cosme Damião tinha pelo Sporting, respeito e consideração que o levou, no final de um jogo ganho pelo Benfica mas contestado pelo Sporting devido às màs condições climatéricas, a aceitar a repetição do mesmo que... o Sporting acabou por ganhar. Respeito e consideração que levou Cosme Damião a vestir por uma vez a camisola do Sporting. Ser benfiquista é ser digno e ser digno implica também reconhecer e assim respeitar aquilo que o Sporting Clube de Portugal representa para o desporto português. Para o Sporting e sportinguistas aquilo que eu posso desejar é que também eles tenham uma referência ao nivel do nosso fundador.

Por todas estas razões, estou como sempre estou antes de um Benfica-Sporting : ansioso. E, apesar de tudo isto, com uma enorme vontade de vir aqui escrever, assim que o jogo acabar, CHUPA VALDEMAR!!

33 comentários:

Fura-Redes disse...

também não tenho dúvidas que é o evento desportivo por excelência em Portugal

João disse...

Após ler estas tuas palavras, tenho a dizer-te que na minha consideração leonina passaste de Lampião a Benfiquista.

Já o escrevi em vários sítios, que respeito a instituição Sport Lisboa e Benfica, e acho que deva existir união no combate ao verdadeiro podre do futebol Português, sem existir, como escreves e bem, alianças!

Cada um seguindo o seu caminho, a sua estratégia para chegar ao topo do Desporto em Portugal, porque sejamos sinceros se queremos que o nosso clube seja o Expoente máximo do Desporto nacional, não podemos desejar bem aos nossos rivais.

Eu quero que o Sporting ganhe sempre, tu queres que o Benfica ganhe sempre, para isso temos que desejar que os rivais percam... só pode haver um vencedor e não vamos entrar na hipócrisia do "ah se eu não ganhar quero que o outro ganhe", nada disso eu só quero que o meu clube ganhe, se não ganhar estou-me lixando para quem ganha.

Saudações e que o Valdemar no Sábado escreva "CHUPA DAVID!"

Kiddo! disse...

A diferença entre um porto-Benfica ou um Sporting-Benfica é que no primeiro sei de antemão que haverá sempre um gajo de preto preparado para viciar o resultado!
Antevejo um bom jogo.
Ambas as equipas estão num bom momento exibicional e são de pendor ofensivo.
3-2 ganha o MAIOR!

Valdemar Iglésias disse...

Tenho uma visão semelhante.

E no fim de um derby, jamais viria aqui mandar chupar fosse quem fosse.

A satisfação da vitoria e, no limite, saber que haveriam por aí alguns LDP's com uma grande azia, bastava-me.

Mas não sou de carregar para baixo.

Dito isto, que siga em frente na taça de Portugal, o melhor.

Abraço e SL.

Rennie disse...

concordo em pleno com o post!!

aliás contra o sporting apenas ha picardias....já contra o porto gostava mesmo que falissem e acabassem de vez!


por falar nisso ja viram a reacçao deles a estatua de cosme damiao:

http://paremlacomisso.blogspot.pt/2013/11/a-estatua-de-cosme-damiao-que-incomoda.html

Tiago disse...

Sim, gastar dinheiro público numa estátua do cosme é perfeitamente normal. A proposta ter vindo dum vereador, assalariado de todos nós, é ainda mais normal.
Ou não estivesse a camara de Lisboa habituada a estoirar dinheiro público com o clube de alguns: http://www.jn.pt/PaginaInicial/Policia/Interior.aspx?content_id=1480714

jose garcia disse...

Não vejo qq problema em a CM de Lisboa apoiar financeiramente uma homenagem ao fundador da maior instituição do concelho. Tal como não veria se a estátua fosse do visconde fundador do Sporting.

LDP disse...

Valdemar, essas são tácticas de portista. O que tu não és! Ou seja, reescrever a história...é que como sabes, porque há anos que andamos nisto e tenho a certeza que lês cada uma das minhas palavras (dirigidas ou não a ti) é que eu respeito o Sporting e os verdadeiros sportinguistas...que são raros. Tu, por exemplo, não sabes o que é o verdadeiro sportinguismo. Já te disse muitas vezes.

Para te dar um pequeno exemplo em como estás errado, diz-me uma única vez que eu tenha usado a palavra "lagartos" em vez de "sportinguistas". Nunca! E é isso que te fode: a minha postura de amante do futebol em contradição com a tua de anti-benfiquista (ou "lampião" - palavra a ti muito querida).

Agora tira o dedo do cu e cheira.

lawrence disse...

Realmente, pelo que tenho lido do escriba, tenho sérias dúvidas que antes dum derby, a assinatura no fim dum post como este fosse:

"Valderrama Capelas"

Mg disse...

Posso assinar por baixo?

Vitto Vendetta disse...

Palminhas!

Filipe disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Filipe disse...

Faço um intervalo no meu protesto para dizer "grande post".
Em resumo, não gosto do Sport Lisboa e Benfica, coisa normal entre rivais, e fico extremamente, vá lá, roído de inveja, quando vocês ganham e o grande Sporting não. No entanto, abomino e desprezo o Futebol Clube do Porto. É um sentimento diferente. Um sentimento que vem com a injustiça e um grito de revolta.
É isto. Sábado ganhamos nós, assim os santinhos do futebol deixem.

Benfiquista Tripeiro disse...

Não concordo nada. O jogo mais importante é o Benfica-porto, sem dúvida nenhuma.

rui disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
rui disse...

naturalmente o sport lisboa bieira que não ganha uma taça de portugal á 10 anos tem agora um rival á altura,o sporting salazar saudade dos 4 campeonatos desde a saudade de abril.

Mas não deixa de ser um grande jogo,apesar que o benfica porto tambem para tudo,não so porque o porto tambem é um clube nacional mas porque param os benfiquistas param os portistas e param os sportinguiistas tambem para se congratular com as derrotas do benfica,tipo ano passado.

Andais muito amiginhos..tendes memorias curtas.Não estou a dizer para nos matar uns aos outros..mas dessa gente "desportivamente" quero é distancia

Zé Ninguém disse...

David, mais uma vez na mouche!

Bernard öZilva disse...

Eu deixei de ter respeito pelo zbordém porque passaram a ser uns submissos,uns patetas,e uns calimeros(e a "síntese" disso tudo chama-se "bruno carvalho")!

E também penso que como os porkos são uns "podres"...
Alías,já reparei que nas grandes capitais onde coabita dois clubes(como Roma & Madrid),há sempre um bom(AS Roma & Real Madrid)e outro "podre"(Lazio & Atletico)

Em Lisboa o "podre" é a lagartagem.. (e seus comandos "casuals")

PS:Como tá dito em cima,tb penso que o "Benfica-porto" é o único jogo interessante(o "Clássico"),que é um pouco o "Real-Barça" de Portugal... (e para os porkos -como para os catalães- será sempre o "ODIO ETERNO")

PS2:Para amanhã,espero um bom MASSACRE(como dizia o Mou,"alguém vai ter de pagar")!
Um bom 4-0,ou melhor:uma "manita"... (mas penso que vai dar um 3-0,ou.. 3-1)

jzz disse...

Também tenho o mesmo sentimento de rivalidade saudavel pelo sporting, principalmente agora que tem um presidente e recuperaram algum amor próprio. Já os lá de cima só me provocam nojo e desprezo

No entanto, em muitos casos, o sentimento não é recíproco, o ódio lagarto por nós ultrapassa tudo.


Moro mesmo em frente ao estádio deles e o ano passado, após o chouriço da catatua kelvin, sai de casa em direcção ao metro e vi a festa rija à porta do alvaláxia, umas dezenas aos saltos a gritar fdp slb.

Isto para não falar do incêndio...

Filipe disse...

Saí da toca, mas já volto para dentro. Fi-lo para deixar um abraço ao David Duarte, pelo grande post.

"já reparei que nas grandes capitais onde coabita dois clubes(como Roma & Madrid),há sempre um bom(AS Roma & Real Madrid)e outro "podre"(Lazio & Atletico)" - Inter e Milan riram-se. AS Roma, esse colosso do futebol mundial, com três campeonatos nacionais, apenas mais um do que a Lazio.

"o sporting salazar saudade" - http://largodoscorreios.files.wordpress.com/2013/08/eusc3a9bio-e-salazar.jpg

"Como tá dito em cima,tb penso que o "Benfica-porto" é o único jogo interessante(o "Clássico"),que é um pouco o "Real-Barça" de Portugal" - Não sei que raio de história do desporto português andam vocês a ler, porque ao contrário do Real-Barça, que é o verdadeiro clássico desde os primeiros tempos em Espanha, o Porto só tem significado para lá da década de 80, sendo que tudo o que vem para trás é história do Sporting-Benfica. Mas tudo bem, vocemecês é que sabem.

"não so porque o porto tambem é um clube nacional" - é gente que não tem o cuidado de olhar para census e inquéritos representativos. Para sua informação, 90% dos adeptos do Porto em Portugal encontram-se na cidade do Porto, ao contrário do Sporting e Benfica que estão distribuídos por toda a parte. Já alguma vez tiveste conhecimento de alguma onda azul, como de resto acontece com Benfica e Sporting, nas poucas conquistas que vão tendo? Vocês nem o átrio do dragão enchem! A não ser que as pessoas já tenham percebido que os títulos são entregues por decreto ainda antes das competições começarem.

Houve aqui alguém a falar de incêndios nas bancadas da luz e que é patifaria e o caraças. Ainda bem que não houve very-lights nesse dia, porque já se sabe o que acontece.

pitons na boca disse...

Filipe, sei que é o mais fácil mas agradecia que não generalizasses, pelo menos no contexto que o fizeste.
Sou benfiquista e não me revejo em 2% dos comentários ali do "Bernard". Ás vezes pergunto-me que idade terá ou qual a sua ligação ao casal Paim-Sara Norte, mas isso não importa para nada. :)
E comparar very-lights disparados para o ar sem fazer a mínima ideia onde possam cair com incêndios deliberados numa bancada onde depois impedem o trabalho dos bombeiros é simplesmente fazer figura de urso - mas olha, eu condeno os dois.


On-topic: não concordando com algumas tomadas de posição e posts, este está na mouche. Excelente, David Duarte. E é mesmo assim que eu vejo os derbies, os clássicos, as rivalidades...

Tiago disse...

A grande diferença entre lançar um very-light para o ar e pegar fogo a umas cadeiras é que o primeiro pode matar e já matou.
Não perceber esta diferença não é fazer figura de urso, é ser um idiota do caralho.

Filipe disse...

Tiago, o segundo também pode matar, o que acabou por não acontecer. Podiam ter morrido ali adeptos do meu Sporting, e é igualmente lamentável. O very-light é para mim a história mais negra do futebol nacional, mas olha que aquele incêndio na luz também podia ter corrido mal. Se alguma coisa tivesse acontecido a adeptos leoninos, eu mesmo me oferecia para espancar o Paulo Pereira Cristóvão, pelos vistos o grande dinamizador do fenómeno.

pitons na boca disse...

Idiota do caralho é dizer que o very-light matou de propósito e com intenção. Idiota do caralho é fazer passar a ideia de que incêndios não matam, pergunta às famílias dos bombeiros que morreram há poucos meses...

Idiotas do caralho são fáceis de identificar: alguns idiotas do caralho disparam very-lights em sítios onde não faz o mínimo sentido e acaba por dar merda; outros idiotas do caralho são incendiários; outros idiotas do caralho impedem bombeiros de fazer o seu trabalho num incêndio: outros idiotas do caralho fazem vista grossa a isso para tentar desculpar o seu próprio clube de um acto idiota como o caralho.

Tiago disse...

Idiota do caralho é dar um tiro para o ar, matar alguém e dizer "é pá, foi sem querer".
Idiota do caralho é comparar um incêndio de cadeiras num estádio com um incêncio florestal.

Mas sim, idiota do caralho é quem dispara very lights num estádio e quem queima cadeiras. Claro que são ambos uns idiotas do caralho.
Mas idiota do caralho também é quem compara as duas coisas como sendo igualmente perigosas.

Pedro disse...

Quando a maioria dos lagartos escreve slbosta ou carnide na mesma frase que escreve FCP ou Porto está tudo dito.

No very-light tivemos prisões, julgamento e condenação. E no incêndio?

Querem uma aliança? Que primeiro mostrem que merecem essa aliança com o Sport Lisboa e Benfica.

Tiago disse...

"No very-light tivemos prisões, julgamento e condenação. E no incêndio? "

No very-light tivemos 1 morto. E no incêndio.
A sério, comparar as 2 situações é demasiado ridículo.
Como já disse atrás, os autores de ambos os acontecimentos são todos uns idiotas do caralho.
Mas continuar a comparar as situações é absurdo.

David Duarte disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
David Duarte disse...

Valdemar,
Deixa de ser santinho que assim não tem piada!!

Benfiquista tripeiro,
A situação dos benfiquistas portuenses é especial em tudo e nisso compreendo a tua opinião. Contudo concordaràs comigo que a dimensão nacional de um Benfica-Sporting é bem maior da de um Benfica-porto... até porque o porto nunca se assumiu nem pretende assumir-se como clube nacional, mas como clube de uma cidade (para mal dos portistas alfacinhas, por exemplo, que durante anos ouviram que os seus camaradas "so queriam ver Lisboa a arder");

Rui,
A inspiração deste texto tem 109 anos, existe desde o momento da fundação do SL Benfica. Quem aqui tem memoria curta és tu;

Tiago,
Deixa de ser lagarto e cresce à altura do clube que apoias;

Ozil,
Existe uma grande diferença entre um Benfica-porto e um Real-Barcelona. Neste ultimo caso o desporto espanhol nasceu e cresceu através desta rivalidade enquanto em Portugal tal se deu não com o Benfica-porto mas com o Benfica-Sporting. A historia dos Benfica-porto tem 30 anos e so existe não porque o porto cresceu dignamente, mas porque tornou-se grande graças à corrupção do futebol português.

Tiago disse...

Pois é David, tens aqui gajos a comparar mortes com cadeiras queimadas e eu é que preciso de crescer.

DeVante disse...

Sim Tiago, és néscio e só tu ainda não percebeste.

Compara-se porque estamos a falar de violência em estádios de futebol. Consegues ver isso? Lançar um very light, DENTRO DE UM ESTÁDIO DE FUTEBOL é tão perigoso como deitar fogo às cadeiras DENTRO DE UM ESTÁDIO DE FUTEBOL. Pior ainda se torna quando se ateia fogo num sector fechado com a famigerada "gaiola" e se impede os bombeiros de apagar o dito fogo posto.

O very-light lançado foi perigoso por si só. Podia ter ido parar ao relvado ou à mata do Jamor, sem ter atingido ninguém. Não seria por isso que deixaria de ser condenável.
O incêndio foi perigoso e o facto de ninguém ter morrido não faz com que tenha sido menos perigoso.

Filipe disse...

Tiago, acho que somos ambos leões, mas tens de considerar que aquilo com as cadeiras na luz podia ter corrido muito mal. Há coisas que até têm menos impacto que um incêndio numa zona de um estádio hiper povoada que, por qualquer azar, acabam por provocar mortes. Não foi o caso, felizmente, mas podia ter dado merda e bastante merda. Ali podiam ter morrido adeptos do nosso clube, assim como bombeiros, e felizmente não aconteceu. O incidente do very-light é deplorável e não se pode comparar com este apenas porque não houve mortes. No entanto, são ambos de uma irresponsabilidade atroz e nas mesmas proporções. Para mim aquilo que aconteceu é o retrato mais negro e para mim o melhor espelho da fase mais negra da vida do nosso clube. Éramos (des)governados por uns irresponsáveis e aldrabões. Felizmente acabou. Estamos a virar a página, aos poucos.

David Duarte disse...

Ficamos a saber que, para o Tiago, existe o fogo que mata (fogo florestal) e o fogo amigo que não queima ao contacto da carne humana (fogo nos estàdios).