Quem te leva os teus fantasmas



Parece que JJ vai renovar.
Entendo quem ache que ele devia ficar assim como entendo quem acha que ele deveria sair. Já disse aqui que acho haver argumentos válidos para as duas opções.
Se JJ renovou porque há crença dele, de Lfv e de outros dentro do Benfica de que estão no caminho certo, porque depois desta época estão motivadíssimos mais do que nunca para ganhar, porque estão dispostos a entender o que correu mal e ultrapassar isso...então aplaudo a renovação com estardalhaço!
Se querem manter JJ à força toda porque têm medo que vá para o porto... Bem, é todo um mundo que está ao contrário.

Pessoalmente, estava mais inclinado para que saísse. Não alinho no bota-abaixismo exagerado mas tenho dúvidas em relação os danos psicológicos que este fim de época possa ter causado no plantel, na sua relação com o treinador e no próprio treinador.
Era bom acreditar que momentos menos bons nos fazem mais fortes. Que em 2013-2014 vamos surgir mais fortes. Mas o meu sentimento é que no Benfica de JJ os momentos menos bons tornam-se traumas.
Basta recordar como é hoje o Benfica de JJ em jogos contra o porto depois daquela série terrível de enrabanços ostensivos em 2010-2011...

Um novo e bom treinador (que existem!) poderia aproveitar o trabalho já feito e estruturado, mas trazendo uma nova mentalidade e estilo de jogo.
Se Jesus continua, é o meu treinador, que treina a minha equipa, que vou apoiar até ao fim.
Mas ficam-me muitas perguntas na cabeça. Parte do desejo forte de JJ em continuar não se prenderá com o facto de ter perdido mercado com este Maio fatal? Os jogadores estão com Jesus e o projecto para o Benfica? Se se vão manter os actores agastados que viveram os traumas destas últimas épocas, o que vai ser feito ao nível da estrutura para mudar a mentalidade e ultrapassar os traumas? E já agora, sabendo-se do feitio complicado de Jesus, quando é que a nossa estrutura arranja uma pessoa para ser a ponte de ligação com os jogadores e manter a disciplina?

No fundo no fundo, gostava de saber como é que se vai reforçar a posição fragilizada com que JJ e, consequentemente, a equipa, vão entrar em 2013-2014. Gostava de saber como vão criar e/ou reforçar as condições que se perderam com este holocausto de Maio que terminou com um desnorte total no Jamor.

Ser vencedor é saber bem o que se quer, ter um rumo para o conseguir mas sabendo aprender com os erros e os reveses, mudando o caminho quando necessário e na dose necessária.
Fazer sempre a mesma coisa à espera que um dia resulte...é só estúpido.

Os azuis são corruptos mas não são burros. É provável que despeçam um treinador bi-campeão. Porque percebem tiveram 2 campeonatos mais perdidos pelo Benfica que ganhos por eles. Porque com a chegada ao fim de ciclo de vários jogadores nucleares, o modelo de jogo e de equipa não pode continuar como até aqui. Por isso, agora não basta terem um peixeiro bronco a repetir as palavras que lhe mandam dizer, que treina uma equipa que não construiu, equipa essa cujo trabalho de disciplina e motivação é feito pela estrutura e cultura do clube.
Não, agora é preciso repensar e reconstruir a equipa e para isso é preciso um treinador de futebol. Eles sabem que são intocáveis pela arbitragem mas se não mostrarem um mínimo de futebol nem isso lhes vale.

E nós? Vamos ser o quê?

11 comentários:

Germano Bettencourt disse...

Ora, exactamente o que já disse no meu cantinho, e algures aqui numa caixa de comentários. Continuar com JJ com MEDO de ir para o Porto não. NUNCA.

Alberto disse...

Quanto à nova época não me parece que Garay e talvez Gaitán tenham ficado sem mercado. Parece-me urgente a compra de um central caso o Garay saia. Um GR (Oblak?), um defesa esquerdo e um médio com características defensivas também me parece urgente (temos o André Gomes mas precisamos de um trinco suplente). Infelizmente a saída do Cardozo será inevitável...

Acho o VP bom treinador, talvez tenhamos mais demérito, mas em dois anos o VP perdeu 1 jogo. Nos últimos 3 anos o Porto tem uma derrota no campeonato, e embora concorde que devíamos ter ganho mais (especialmente este ano) não é fácil competir com isto.

O PdC não renovou porque está à pesca do JJ, se acreditasse que o bi-campeão VP é melhor já tinha renovado, senão já tinha arranjado outro...mas concordo que isso não pode ser factor na renovação!

o sá viola disse...

a questão mental em relação ao Porto é transversal a todo o clube. existe um bloqueio em todas as modalidades, mas aparentemente só no futebol tem visibilidade. Isso é que tem que ser resolvido!

Alberto disse...

No basket não havia por isso eles acabaram com aquilo ;)

Kiddo! disse...

Acho que o balneário está com JJ, excepção feita ao burro do Cardozo, que era um gajo que eu muito admirava!

Neste momento resta lavar a cara e calçar as botas para mais uma época que deverá já estar a ser planeada.
Deverá haver mexidas no plantel e, por um lado, é bom que isso aconteça. Não me agradaria nada a saída de Lima, Gaitán, Enzo, Salvio, Gomes, Matic, Maxi, Garay, Almeida, Artur. Todos os outros são substituíveis, incluindo Cardozo e Luisão, porque têm 30 e 32 anos, respectivamente, e têm casos graves de insubordinação!para além disso poderão juntos render 15 a 20M€...
com esse dinheiro teremos que contratar um defesa esquerdo, um médio defensivo, um central e um ponta de lança (embora ache goste do Djaniny, não sei porquê). Juntamente com Djuriic e o Sulejmani teremos um bom plantel!

P.S. Acho que o Ghilas por 3M€ é uma pechincha e deveríamos aproveitar!

Cumps.

Henrique disse...

Vocês e a merda das mentalidades...No hóquei e no andebol o porto tem excelentes equipas. No basquete o ano passado fomos vencer ao ladrão e eles acabaram com a modalidade. E porque é que vencemos? Porque tínhamos uma melhor equipa.

E de resto, os únicos que têm mentalidade perdedora são os do Benfica? E o Sporting, o ABC, etc no andebol?? E a Oliveirense e quejandos no hóquei?? Segundo essa lógica, onde não se olha ao valor das equipas, todos têm mentalidades perdedoras, excepto os que ganham.

hertz disse...

O Porto tem mentalidade perdedora quando jogo contra o Sporting? É que já não ganham em Alvalade há anos! A diferença está no ódio extremo contra o Benfica que é cultivado naquele clube. Eles fazem dos jogos contra o Benfica uma guerra em que lutam com uma raiva e ódio exacerbado. Veja-se por exemplo a final da Taça da Liga em que ganhamos 3-0 e a atitude dos jogadores do Porto (principalmente Bruno Alves e Meireles) foi de descontrolo total; quando ganhamos 0-2 no dragão e o Bruno Alves entrou e ia "matando" o Nuno Gomes ou ainda quando ganhámos 1-0 na Luz e eles ficaram tão fodidos que voltaram do balneário para o túnel só para descarregarem em alguém. É aquela obsessão doentia pelo Benfica que os faz entrar em campo como uns cães raivosos.
E depois tenho de concordar concordar com o Henrique. Eles têm grandes equipas de hoquéi e andebol, por exemplo.

Em relação, ao JJ, espero que a sua continuidade (que parece certa) tenha sido decidida porque no Benfica se acredita que é o caminho certo e têm a convicção que é o melhor para o clube, e não porque poderia ir para o Porto.
Com a questão do treinador resolvida há que continuar a preparar a época fazendo as dispensas necessárias e contratando jogadores para preencher as lacunas da equipa (principalmente na defesa).

PS: Pois, ao vitinho deram-lhe equipas feitas e ele só teve de as pôr a jogar. Agora a ter de construir uma equipa este ano é que é mais complicado...mesmo com os gajos de preto.

Alberto disse...

Olhando só para os jogos da era Jesus:

1º ano - ganhamos na Luz e na final da Taça da Liga - éramos objectivamente melhores que eles. Perdemos no Dragão muito pela forma como abordamos o jogo.

2º ano - eles eram objectivamente melhores que nós (Hulk e Falcão eram de outro nível) e ganharam-nos um monte de vezes - neste ano sim fomos humilhados no ladrão e em casa para a Taça (ainda que com o Roberto a ajudar e um golito fora de jogo 1M).

3º ano - acho que as equipas eram equilibradas (se calhar éramos melhores mas eles tinham o Hulk) empatamos no ladrão e na Luz perdemos como perdemos (mais 1M pás contas). Ganhamos depois na meia final da taça da liga também na Luz.

Este ano não fomos inferiores nos dois jogos, foram sempre equilibrados. Na Luz mandamos uma bola ao poste (grande defesa) enquanto o nosso Artur oferecia golos, no Dragão sofremos um autogolo (com algumas culpas do Artur também) e um golo para lá da hora quando já ninguém esperava. Não foi só azar é verdade, mas que ajudou bastante lá isso ajudou.

A mim parece-me óbvio que mentalidade falhou essencialmente no ano em que eles foram bem melhores do que nós. E a mentalidade existiu no ano que fomos melhores do que eles.

Nos outros dois anos parece-me que Benfica e Porto tinham equipas equilibradas e isso reflectiu-se nos jogos.

Mentalidade ganhadora adquire-se ganhando.

Alberto disse...

Só mais uma coisa, a mentalidade ganhadora este ano falhou, mas foi com o Estoril.

mc1737 disse...

Alguma duvida que se o Jesus sai do Benfica vai para o porco?

Bastos Lopes disse...

Campeões da Europa de Hóquei!

No Dragão, olha o MELÃO. LOL