TALISCA Patanisca, vai mangala


Confesso! Não resisti.
Não resisti a colocar no título do post a expressão mais repetida nos últimos quinze dias por terras algarvias: Talisca Patanisca. Com a simplicidade dos mais novos por perto é sempre fácil brincar com as palavras e o Talisca vai mesmo bem com uma patanisca. Acompanhado por um arroz de tomate e temos o prato perfeito.
Como sobremesa? Talvez uns ovos moles.
E isto tudo para dizer que me esqueci do post que andei a burilar o dia todo. O cavalo do alemão atacou em força. Espera!
Já sei - eu queria escrever sobre contas porque tenho andado um pouquito baralhado e tinha alguma esperança dos leitores do Cabelo, nomeadamente os verdes, tão habituados a fazer contas de subtrair.
Vamos lá ver então um exemplo:
- o fcp informou a CMVM da venda de um central por 30,5 milhões. Até aqui, nada de anormal. Deram ainda conhecimento à CMVM de que esse valor corresponde ao pagamento de 56,67% do passe do dito cujo. Até aqui, nada de anormal. Quer dizer que este central associado a uma época brilhante no fcp e depois de um mundial de sonho tem o seu passe avaliado em 53,8 milhões.
Acontece que o manco em causa tinha uma cláusula abaixo desse valor.
Ou seja - o fcp quer fazer passar a mensagem de que vendeu um jogador acima da cláusula. Acredita quem quiser. Eu só me parece que os ingleses eram um bocadinho mais espertos do que isso, certo? Para quê pagarem x+y se poderiam apenas pagar x?
E agora, vamos lá às pataniscas!
Porque é hora de comemorar mais uma taça do SLB!

3 comentários:

Shiver disse...

Qual é o espanto ainda ontem fiz isso no FM......
Até já andam chineses fudidos porque dizem que estas lavandarias tugas são concorrência desleal.

José Lopes disse...

O Porto nao vendeu acima da clausula, os jornais ingleses falam em 40 milhoes como preco final. O que tera acontecido foi que o Doyen cedeu ao Porto parte do que tinha a receber. Com isso, o Porto consegue quase todo o dinheiro de que precisava para pagar ao BES ate outubro. Naturalmente, existirao contrapartidas, seja a cedencia de 80% do passe do Brahimi, sejam outras em negocios futuros que ainda nao serao sabidas.

Viper disse...

Já dizia Einstein que o Universo e a estupidez (imbecilidade) humanas são infinitas. Embora do Universo não haja certezas.

E Camões também dizia que a ignorância é a mãe de todas as coisas...

É que às percentagens detidas por cada uma das partes - Clube e Fundo - não é obrigatório corresponderem valores proporcionalmente iguais.

Nestas vendas não se faz uma regra de 3 simples...

Assim tipo:

Tenho um bolo - 100%
Corto em 5 fatias - 20% cada
E reparto as fatias conforme as percentagens detidas.

Não... não é assim que se fazem as contas.

Mas lá está. A ignorância é a madre de todas las cousas... e a inveja, o despeito matam!!!