FINALMENTE!!!



Tardava. Confesso que gostei muito deste Mundial, sobretudo porque é a única oportunidade que tenho de ver países sul-americanos, e que tanto gosto da paixão deles pelo jogo, mas a minha paixão pelo Benfica é maior.

Meia-final da Taça de Honra, contra um Estoril de Couceiro bem asseado, com o glorioso a mostrar uma face desconhecida para todos nós, após 15 dias de treinos à porta fechada. Não fui só eu a ter dificuldades, acho que todos nós demorámos um pouco a associar as caras aos nomes, e às posições no campo, mas confesso que no final da primeira parte, já estava bem coordenado.

O Benfica dominou toda a primeira parte, tirando os primeiros minutos que foram mais de adaptação para as duas equipas do que outra coisa qualquer, e quando Talisca e Benito foram sobresaíndo no jogo, conseguiram entender-se às mil maravilhas para o único golo desta meia-final.

Na segunda parte, já com mais caras familiares em campo, continuámos a jogar bem, mas gostei mais da primeira parte, talvez por estar mais atento aos novos 'craques'.

César: Tranquilo, e bem comandado por Jardel. O Estoril não deu assim tanto trabalho para podermos analisar, sendo que a situação de maior perigo acabou por ser resolvida por Talisca.



Talisca: está no meio campo ofensivo, no defensivo, está nas alas, ataca, corre, passa, corta de carrinho, corta de cabeça, finta, desmarca, remata, marca livres, cantos, faz golos de cabeça e ainda vai tirar golos ao adversário. Não me surpreenderá se for também ele que arranja os chuveiros no balneário, limpe a estátua do Bella Gutman e ainda vá depositar o dinheiro das transferências ao banco, sendo depois contratado para administrador do BES.


Luís Felipe: Carinha de flop, não mostrou grande coisa, e de todos os reforços que jogaram hoje, foi o único que não me convenceu. Claro que é só um jogo, mas... com aquele nome... Sai Laura.

Candeias: Típico jogador de primeira liga das escolas dos grandes. Mais uma vez, foi só um jogo, e sabemos que tem qualidade, por isso é esperar para ver.

Derley: Gostei , fez uma primeira parte impecável, com umas desmarcações todas malucas e a mostrar que pode muito bem jogar com Lima, mas depois mandou um míssil para a Crimeia e já não achei muita piada. O facto de não ter marcado nenhum golo não o ajuda, mas optou algumas vezes por passar, e fez bem.

Quanto a regressos, excelente jogo de Ola John, imaculado mesmo, para mim a dividir o lugar de melhor em campo com Jardel e Talisca. Das que vi, passou sempre pelo lateral do Estoril, e quase sempre centrou bem, mas parece que o Couceiro levou o autocarro para Cascais. 

Gostei também muito da exibição do Jara, embora com algumas falhas. Confesso, no entanto, que já não me lembrava sequer da cara dele, até estava a associar mais à cara do Urreta, mas fico contente por me recordar que ele é um raçudo que talvez, e digo talvez, nos possa ser muito útil. Veja-se Enzo.

No geral, estou muito satisfeito com os reforços, e com os regressos, deixando duas notas em relação ao equipamento.

- Fantástica a braçadeira de Eusébio continuar
- Não gosto daquilo dourado no equipamento do Benfica. Ofusca o vermelho.

PS: falta o Benito, que foi também um dos melhores, e logo numa posição que tanto precisamos que sejam dos melhores.

6 comentários:

Fernando Tomás disse...

Uma Talisca nos trimelões que já andam muito ariscos!

LDP disse...

A pergunta é: onde está a arca das frescas?

(ou Vieira até isso já vendeu?)

moleculasdeamor disse...

João Teixeira!

vipviper disse...

Bom, um post mais ou menos sério mas ainda sem o rigorosismo e a conduta de quem pretende vir a ser jornalista. O vício da chalaça ainda presiste mas parece ter melhorado. Roma e Pavia não se fizeram num dia.
Pode ser.

Luis Marques disse...

A sério Vipviper, tas a misturar um hobby do vitto com a profissão dele? A seguir vais dizer que ele não pode ser parcial e torcer pelo Benfica no blog porque vai contra o código deontológico dos jornalistas?
Vê-se com cada ave rara

Vitto Vendetta disse...

Rigorosismo? Não conheço.