A primeira vez

À hora que escrevo este post ainda faltam 11 horas e tal para jogar Portugal contra a malta da estrela de David.
As competições nacionais estão paradas, o Benfica vai treinando e descansando do ciclo infernal Fevereiro/Março, o fcp vai treinando e pondo rameiras a trabalhar para o que resta da época e o scp vai assistindo a debates entre 3 nabos e ao hara-kiri do Godinho até à última hora de mandato.

Talvez pudesse falar da chicotada no Futsal mas além de a achar expectável, tenho uma confiança cega nesta modalidade.

Perante esta falta de assunto no universo Benfiquista, decidi partilhar com os leitores uma história de vida minha que ajudou a despertar em mim valores que me tornaram uma pessoa diferente para melhor.
Por outras palavras, como não tinha assunto para escrever, lembrei-me de escrever paneleirices.

Despertei tarde para o futebol. Em minha casa a bola era um universo distante. Uma mãe portista capaz de proferir comentários do tipo "ui..o porto a jogar de manhã? é amigável?" no dia do fcp-once caldas para a taça toyot...err...taça intercontinental. Um pai benfiquista mas que se sai com expressões do tipo: "Uma final em 1988? Lembro-me de qualquer coisa. Outra em 1990? Ai isso já não sei.".

Depois, quando o Benfiquismo começou a crescer com mais vigor, la para os 16 anos, não ia ver jogos porque era caro e perigoso.
Vi o 1º jogo ao vivo do Benfica aos 17 anos e depois de ja ter ido a vários nas Antas/Dragão à pala com um amigo meu com lugar cativo quando o pai dele não ia, porque gostava de ver jogos ao vivo. As cicatrizes nas minhas costas mostram o quanto já me penitenciei por essa fase negra da minha vida.
Adiante, o meu primeiro jogo do Benfica foi a jornada inaugural da época 03/04 no Bessa. 0-0

O 2º jogo foi pior ainda. 1-0 em Vila do Conde aos 91min na época 2004/2005. Depois de o redes do rio ave ter sido o melhor em campo.

E eis que em 2006 há um Benfica-porto na véspera do meu 20º aniversário e o meu pai decide dar-me de presente dois bilhetes para o clássico. No início desse mês de Fevereiro tínhamos fodido (não há outra palavra) o campeonato com duas derrotas seguidas por 3-1 com lagartos (ahaha os lagartos a ganharem de forma clara... onde é que isso já vai) e por 3-1 com o leiria. Na jornada em que recebi os bilhetes enfardamos 2-0 do guimaraes. A minha experiencia em ver jogos do Benfica saldava-se em 0 vitórias e 0 golos celebrados. Obviamente que a minha reação quando tive dois bilhetes para um Benfica - porto na mão foi um sincero:
"isto vai dar merda!"

Tentei não pensar muito nisso durante a semana. A vitória ao Liverpool por 1-0 animou-me e tudo o que era mau sentimento desapareceu a partir do momento em que entro pela primeira vez na nossa Catedral, cheia como um ovo.
Que coisa mais magnífica!

Começa o jogo, o baía era titular para celebrar o jogo não sei quantas (400?) na liga e os super dragõezes levavam máscaras contra a gripe, para gozar com a nossa águia e a epidemia da gripe das aves que nessa altura chacinava às dezenas no sudeste asiático. E como eles iam precisar delas...

Se bem me recordo, foi um jogo morninho com o Benfica a controlar aquele fraquíssimo fcp do adriaanse (ganhou uma dobradinha, santo deus!). Uns minutos antes do intervalo há uma falta no meio campo do fcp, a milhas da baliza. Lauren Robert, esse craque, é chamado para marcar. Chuta com força, a bola bate nalguma coisa (chão? ou não bateu em nada?) e entra!
GOOOLOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!

Baía é mal batido, desta vez não há Olegários para não validar o golo. Não há margem para dúvidas, a bola está tooooda lá dentro, no cu dos queridos!
Os visigodos que geralmente acompanham o fcp nas bancadas precisavam mesmo das máscaras, mas ao contrário do que pensavam não foi a águia que passou o vírus. Foi um peru, um frango, um pato!

O resto do jogo foi calminho também, acho eu. Aquele fcp não jogava mesmo um cu! Houve uma falta na área do fcp, acho eu e uma bola qualquer do porto que passou perto da nossa baliza mas esteve sempre mais próximo do 2-0.

No final do jogo era um gajo feliz, o mundo fazia sentido e eu queria ir a todos os jogos na luz a partir desse dia. Claro que a sensação durou pouco... A época 05/06 internamente foi uma valente merda e desde então só fui mais 4 vezes à Catedral.
Mas uma primeira vez inesquecível ninguém me tira!!!!!

Foto minha no 1º jogo que vi na Luz. 26-02-2006

p.s. - A t-shirt diz: "O amor da vida: 1º Benfica, 2º Benfica, 3º Benfica."

p.p.s - FORÇA PORTUGAL!

p.p.p. - Quem souber hebraico que passe a seguinte mensagem aos jogadores israleitas: "Porrada no Moutinho e no Burro Alves!"


15 comentários:

FarfalhiniBeringela disse...

Uuuui, olha para mim a ocultar a minha fronha para o Farfanãoseiquantas não vir atrás de mim...

Vitto Vendetta disse...

Beringela, és uma comédia!

FarfalhiniBeringela disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Daniel disse...

FarfalhiniBeringela:

Eu identifico-me e o Vitto também... És homem o suficiente para também te identificares?

Até te digo onde moro para me fazeres uma espera à porta de casa...

Pedro Silva disse...

O farfalhini, mete a mão no cuzinho e coça.

POC disse...

Fodasse, tu foste ao Estádio com uma equipE de esquino alpino? À tua frente está tudo equipado com o mesmo gorro.

faa m. disse...

A primeira vez que fui à luz, tinha eu uns 5 anos. O meu pai quis baptizar-me e levou-me a ver um jogo contra o Barcelona, praí em 93. Acho que perdemos 2-1.

Com o passar dos anos vi mais um jogo aqui e ali pelo norte. A primeira vez que fui à nova catedral foi para ver aquele magnifico jogo contra o Oliveirense para a taça, era a equipa da minha terrinha! Ganhamos 4-2 em prolongamento depois de 3 penalties e de roubar à grande a francesa a pobre equipa da terceira.
Foi um jogo ridículo mas deu para rir.
Naquela época, infelizmente o Benfica só dava para isso mesmo, para rir.

Carlos Alberto disse...

O FarfalhiniBeringela é o administrador delegado das empresas do Bruno de Carvalho: A CocaCola, a General Motors, a Google, A Microsoft!

Vocês vão morrer... um dia

Daniel Baptista disse...

A última vez que te vi estavas com melhor cara....:p

Grande abraço (com muita fiabilidade)!!

Unmasked disse...

O FarfalhiniBeringela é daquelas bestas heróicas da net que na vida normal deve levar porrada do namorado.

POC disse...

@faa m., acertaste no ano, mas não no resultado.

Bela noite essa. Apresentação do grande Aílton, fez o 1-0 e tudo. Depois o Barcelona empatou e, no fim, numa bola que ia sair, João Pinto cabeceou para trás onde estava Rui Águas a encostar com a coxa.

E isto sem ir ao Youtube, nem nets. Se estiver errado, pago uma mini à malta no meu tasco.

faa m. disse...

Pah, é um jogo que não me lembro de nada mesmo, acho até que dormir a segunda parte toda xD
Por isso acredito na tua palavra.

Roberto Rensenbrink disse...

A seleção, desde que é só gajos do Sporting, é o que se vê.

Maria disse...

O LFV nunca mais nos manda a espinha dorsal... :-(

Roberto Rensenbrink disse...

Maria, ele olhou para o efeito «Academia» lagarta e concluiu que era preferível ter a espinha dorsal disseminada pelos 4 cantos do mundo.