No quadro com... Professor Machadês III


E porque o Domingo já não é sagrado, e na era do freelancing, ou como dizemos por cá, do "desenrascanço", o Professor Machadês também dá aulas ao sétimo dia do calendário religioso...

«Há um erro frequente na pronunciação de certas palavras estrangeiras por parte dos nossos média, levando a que se popularize esse mesmo erro na boca das pessoas. Mas eu estou cá para o dissipar. 


Num tom gritante, assassinando até uma das marcas mais famosas da actualidade, a palavra "Apple" é vulgarmente pronunciada "Eipple", estando isso errado. 


Na gramática inglesa, existem as vogais curtas e as vogais longas, no que toca a pronunciação, e a palavra "Apple" utiliza a vogal curta, lendo-se "Á" e não "Ei", que corresponde às vogais longas.


E porquê?


A Vogal curta utiliza-se quando é seguida de duas consoantes, (pp, rr, zz), como no caso da palavra "Apple" ou "Waffle".


A como Vogal curta =  Á
A como Vogal longa = Ei


Apple = lê-se "Ápple" porque a vogal (A) é seguida de duas consoantes (PP).


E é tudo, por hoje.»

25 comentários:

Não têm nada a ver com o meu nome! disse...

Eu "por acaso" passo-me da cabeça quando oiço "ei" em vez de "á".

E ultimamente, infelizmente, é difícil não perder a cabeça, pois estou rodeada de assassinos de línguas estrangeiras... Desde a gramática à pronúncia, só me apetece atirar a essas criaturas o objecto mais próximo. Como não posso fazer isso (dizem que é feio), estou a converter-me numa grammar nazi... É que cansa ver tanto gramaticídio.

Vitto Vendetta disse...

Vou-te contar uma história,

certa vez, estava eu num almoço de família, quando eu disse "Nunca provei Waffles", pronunciando correctamente a palavra.

Uma prima minha, que estava a terminar um curso intensivo de Inglês, disse-me que era "Weiffle" que se pronunciava, e que eu estava errado.

Tentei explicar-lhe isto, mas em vão, pois a doutorada que lhe administrou o curso, sempre se referiu à palavra como "Weiffle" ao que eu retorqui que a professora dela era uma burra.

A discussão ficou em águas de bacalhau, mas passado uns minutos, na televisão, iniciou-se um anúncio a essas mesmas bolachas, onde se ouviu repetidamente a pronunciação da palavra como "Weiffle".

Escusado será dizer que fui alvo de chacota por parte de toda a família, tendo eu, nesse exacto momento, decidido abandonar tudo e dedicar-me aos estudos do jornalismo, para um dia chegar a um estúdio de televisão e dizer-lhes que se não retiram o anúncio de "Weiffles" do ar, eu parto tudo...

O anúncio, esse, já não existe. Mas eu, eu, ainda quero partir aquilo tudo.

Não têm nada a ver com o meu nome! disse...

É de dizer: "ca nervos!!!"

Quantas vezes já não tive profs a ensinarem mal. Não são deuses e alguns nem se sabe como chegaram até ali!
Falando nisso lembrei-me da minha primeira professora de inglês. Mais tarde apercebi-me que a senhora era uma autêntica nabiça e pronunciava as coisas muito mal!

Mas, quando está por perto, há uma ferramenta muito útil. É o dicionário quando apresenta a equivalência fonética. Por outro lado, nada quererá dizer... visto que às vezes nem com provas escritas as pessoas lá vão. Cada um interpreta como lhe convém. É moda!

Hás de fazer aqui um ensinamento sobre o uso de "a fim" e de "afim". Já tive umas discussõezitas por causa disso.

Vitto Vendetta disse...

Boa, será proposta ao Professor eheh

Carlos Alberto disse...

Estamos sempre a aprender...

Thank you very much

Pedro disse...

Vitto, já sabes como me sinto quando se fala de Vale e Azevedo!! ☺☺

El Materdor disse...

Fantastic! ou devo dizer "feinteistic?

Vitto Vendetta disse...

Boa questão.

Existem várias maneiras de pronunciar o "A", sendo as mais comuns o "Á" como em Apple, o "Ei" como em Bale ou o "é" como em Cat!

Neste caso, o uso apropriado será "Féntástic".

LDP disse...

Por acaso fico fulo com isso. Fenómeno esse que se observa também em Língua Portuguesa. Mas algumas más pronunciações até acabam por ser as mais ajustadas ao respectivo caso, tipo dizer Valdemerda e não Valdemar.

pitons na boca disse...

Como eu gosto de ser do contra (e isso proporciona o direito a muitos insultos gratuitos) venho dizer: epá! mas isso depende muito do sotaque da região!

Há quem diga "éple", há quem diga "uófle", há quem diga "as vuvuzelas são chatas comó cacete!".


Mas fico contente de saber que o Manel Machadês também contempla estrangeirismos. Sempre gostei de internacionalizações... em tempos esteve por cá uma alemã... upa, upa. Que saudades da Ilha de Tavira desses tempos. :)

Emigra disse...

Vitto´concordo com o que dizes mas justifica lá o "April"???

Lês "Eipreil" ou "Ápril"???

Pindrikaz disse...

Bom serviço publico...tambem se troca o L pelo F variadas vezes...

Vladimir Kaspov disse...

Very 'naice' e envergonho-me porque me deixei intoxicar e já pronunciava mal, esta merda é só serviço público, em estrangeiro e tudo.

Mas a pronuncias são lindas, principalmente as escocesas e irlandesas, na escócia um rato (mouse) é 'muse'! Não é lindo?

Pedro disse...

Emigra, April só tem um "p" logo é "Eipril"

Emigra disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Emigra disse...

"A Vogal curta utiliza-se quando é seguida de duas consoantes" P e R consoates.

Só se o objectivo for dizer duas consoantes iguais...
Ai sim estou de acordo...

Vitto Vendetta disse...

Boa questão, emigra.

Falha do Professor Machadês não referir que esta regra aplica-se às palavras (bastante comuns) que terminam com as letras "LE". como nos exemplos:

li tt le
ha nd le
ti ck le
a mp le
a pp le
bo tt le
pu zz le
cru mb le
a ng le
bu bb le
mi dd le

Todas estas palavras têm a vogal curta, terminando em "-le".

Quando as palavras não terminam em "-le" utilizam-se, maioritariamente uma vogal longa. Mas existem sempre palavras que são excepção.

April, neste caso, e porque não termina em "-le", mesmo tendo o A antes das duas consoantes, adopta uma vogal longa "Ei".

@Pitons: Quem diz Eiple, diz mal. A regra é clara, é Ápple. São pronúncias :)

Señor B disse...

Posso colocar esta aprendizagem no meu curriculum?

miguel insan disse...

Señor B, só no final do curso

Señor B disse...

Ora bolas. Estava a pensar candidatar-me a lateral esquerdo no Benfica e não queria que eles pensassem que sou totalmente desqualificado. Frases como "Esse Moutinho é uma rotten apple" ou "O Ramires passou por mim e eu fiquei a apanhar apples" íam dar muito jeito nas conferências de imprensa.

Não dá para marcar uns exames finais num domingo qualquer?

Emigra disse...

já viram o par da mulher do jorge mendes????

Señor B disse...

Emigra,
Isso é noutra sala. Na cadeira de Mecânica do Materiais, capítulo dedicado a vedações e silicones.

pitons na boca disse...

Xôr Vitto, eu falei de sotaques, porque tal como cá, lá também os há (há malta de Liverpool que tem uma pronuncia trompicada de se entender à primeira, só para dar um exemplo).

A regra é Ápple e o erro é Eiple mas depois, por causa dos sotaques inerentes às areas onde se encontram, há quem não diga nem carne nem peixe e que se fique por um épple.

Mais alguém aqui se lembra de um jogador de basket do Barcelona que se chamava "Happyfanio"? ;)

NSC disse...

Eu passo-me quando dizem mídia em vez de média.

POC disse...

Estou sempre a corrigir isso da Apple.

E líders em vez de LÍDERES?!