Sporting 6-1 Gil Vicente

Hoje li alguém que dizia que o Paulo Alves tinha armado a equipa para algo mais que a táctica do autocarro. Confesso que não foi o que se viu hoje em Alvalade. Não me recordo de nenhuma jogada perigosa ou um remate à baliza de Rui Patrício, excepto o golo que apanhou a equipa toda de costas.

O Sporting entrou com a vontade dos últimos tempos, e depois de um excelente remate de João Pereira, num pontapé de canto em jogada estudada, Polga (!) cruza (!!) para Carriço (!!!) cabecear para golo. 1-0



Até ao intervalo e início do segundo tempo, nada de mais a assinalar. A malta nas bancadas provavelmente entretia-se a comparar critérios do árbitro para amarelos em diferentes jogadas. O amarelo da praxe ao Rinaudo, embora tenha apenas chutado a bola. Não seria fácil de ver, só nas repetições.

Por volta dos 60 minutos, insistência do até aí apagado vanWolfswinkel, encosto duro de um tal Halisson, e o árbitro a assinalar penalty que o próprio Holandês se encarregou de confirmar. Os anti dirão que não foi e talvez queiram analizar se os quilos de força por centímetro quadrado seriam suficientes para deitar o Holandês ao relvado. Eu não me meto nisso. Se no início do campeonato, os analistas só davam legitimidade para reclamar penaltys se o Sporting jogasse bem, agora verifica-se a lógica oposta. Em meia dúzia de golos, não sei se adianta estar a perder tempo com dúvidas de critério. Desconfio que a maioria dos analistas torcem por outras equipas que não o Sporting, para ser simpático... Seja como for, não teve influência no resultado. 2-0

De seguida, duas grandes jogadas, finalizadas por Capel no 3-0, onde João Pereira cruza para o marreco cabecear ao segundo poste e no 4-0, onde Carrillo entra na área em slalom e a bola sobra para o Espanhol encostar. Futebol de excelente nível em Alvalade.



Algumas alterações tácticas e ainda o público ovacionava Capel que saía, e o Gil Vicente aproveitou sorrateiramente para fazer o de honra, numa desatenção defensiva do Sporting. 4-1

5-1, do Bojinov que sacudiu a pressão nos festejos e agradeceu a paciência às bancadas. Um senhor. Mas novamente foi o endiabrado Nan... perdão, Carrillo, desta vez à esquerda, a ganhar em velocidade e a cruzar atrasado para o Búlgaro meter por baixo do redes adversário.

Mais oportunidades até ao fim, e bom futebol, com o Sporting a experimentar na segunda parte um 4-4-2 em vez do 4-3-3 .

Por fim, 6-1, Carrillo novamente, Rubio cruza da esquerda e Bojinov ao segundo poste, a confirmar e a fazer o segundo na sua conta.

Uma manita.

Não só culpa de um Gil Vicente algo desmotivado após sofrer o golo cedo, mas mais da atitude do Sporting, e principalmente de algumas segundas linhas leoninos que saltaram do banco para dar dores de cabeça a Domingos, que admitia que andava mais alegre. Aí tem algumas opções para se preocupar. Daqueles "nice problems" do saudoso mister Robson.

Destaco também o Paulo Alves no flash interview a admitir que "é muito difícil jogar em Alvalade". Meu Deus, como os tempos mudaram...

P.S.: o Rinaudo, um gentleman, a impedir o árbitro de fazer figura triste na amostragem do vermelho em vez do correcto amarelo ao jogador do Gil Vicente e ainda apanhou o cartão que o nervosismo do árbitro tinha deixado cair ao relvado.

12 comentários:

Ti disse...

...encosto duro?!

Pois pois

Valdemar disse...

Já sei, já sei.

Os Benfiquistas, antigos peritos na análise de perús do Patrício, tantos os que assistiam da parte do Roberto, agora são peritos na análise de penaltys do Sporting, tal a quantidade de penaltys a que se assiste em qualquer jogo do Benfica...

Abraço.

Quim Berto disse...

Amigo Valdemar! E vão 9! 16-2 nos ultimos jogos! E ver o polga cruzar para golo de carriço diz tudo dos tempos que atravessamos!

Valdemar disse...

PSSST!!

Acabou a pausa, amigo Quim Berto.

Vai lá escrever o post que é sempre um agrado de ler.

Vá!

Midrid disse...

Espera... Eu li ali em cima que os lampiões se andam a entreter a analizar os penaltis a favor do Sporting?!?!

Três palavras: BANDO DE DESOCUPADOS... Literalmente.

LDP disse...

é com agrado que vejo que tu, Valdemar, resististe à tentaçao de tanto sportinguista nos ultimos minutos na blogosfera. Nomeadamente festejar mais uma competente vitòria do sporting sem mandar recados como "jà hà gente a preocupar-se" ou outros igualmente patéticos.

Resumindo, conseguiste resistir a essa força darthvaderistica que é falar no Benfica até quando ganham.

Nao, espera...

pitons na boca disse...

Ficava-te bem teres reparado no puxão do Rinaldo ao gajo do Vil Gicente na falta que resultou em amarelo, juntamente com as outras 2 faltas que ele fez (todas estas entre os minutos 30 e 35). Há quem diga que existe uma cena chamada "reincidência", não fica bem reclamar isso para outros clubes e querer que não aconteça para os seus.

O penalty? Com tanto penalty fantasma mais a norte do país, nestes anos todos, este não me escandaliza em nada. Nada a dizer.

A tua definição de "táctica do autocarro" é que é um bocado estranha. O facto de os outros gajos não criarem uma jogada de perigo não implica que tenham jogado com o autocarro. Há grandes diferenças. Vê lá isso bem, procura, informa-te. ;)

Gostei do toque irónico no "excelente remate de João Pereira" na descrição do primeiro golo. Muito bem metido.

Continuação de bom resto de trip. :)

Vitto Vendetta disse...

Volksvagen só marcou um? NO WAY!!!

Vladimir Kaspov disse...

Que mania agora de quererem ser o SLB 2009/10.

Temos campeonato e é isso que interessa.

Daniel disse...

ó valdemar, duas coisas:

rinaudo distribui fruta que nem o pinto da costa... duro mas leal? o meu zargalho também é leal e duro e eu não apregoo essas coisas! se for por trás é capaz de levar um vermelho...

o penalti não tem influência? tem tanta como o segundo golo do porto que foi em fora de jogo e deu tranquilidade durante o intervalo... não foi perto do intervalo? não, mas obrigou o Gil a tentar ir pra cima! conseguindo ou não o caso é outro, mas não houve autocarro em frente à baliza...

Valdemar disse...

Fruta?

Sim, a bola queixou-se. E o árbitro deu amarelo.

O penalty foi penalty. A não ser que o Sporting jogue sob as regras da Taça da Liga...

Acho graça à insistência Benfiquista na questão do penalty.

Já vi que só é penalty se for a favor do Benfica.

Regras Taça da Liga, protanto...

Forte abraço!

:)

Daniel disse...

Sabes porque é que te lembras assim tão bem da taça da liga? Porque é a única vez que me lembro de ver um erro a favor do Benfica que influenciou o resultado, como não há melhor historiador do Benfica (fora o Alberto Miguéns) do que um sportinguista, lá está a resposta à questão que coloquei prontamente respondida pela minha pessoa numa das frases mais horríveis que escrevi na minha vida toda!

E sim, o Rinaudo distribui umas cacetaditas daquelas à Binya, mas só os jogadores do Benfica é que podem ser caceteiros, não me lembrava desse pormenor!

Tenho de fazer uma análise à jornada amanhã com tempo, como tou de folga aproveito pra mandar umas postas a toda a gente! :)

Abraço, Valdemar! E um bem hajas pra fazeres análises ainda mais facciosas que as minhas! :D