Esta é tua, Fábio



Conheço o Fábio há muitos anos, embora nunca tenha trocado uma palavra com ele. Morava perto de mim, e casou com uma amiga minha de infância, por isso frequentou os meus lados no tempo de namoro. O que sempre se falou dele por aqui, é que é muito bom rapaz. Ainda jogava no Rio Ave, e já o era. Humilde, cumprimenta toda a gente, e fala de igual para igual com todos, mesmo depois de assinar pelo Real Madrid.

Tive a oportunidade de ir a Óbidos, durante um estágio da seleção, e, depois de ligar para o sogro dele, deixar lá uma camisola de D10s Aimar, que não sei se ele a guardou.

Quando o pai de Fábio faleceu, ninguém segurava o rapaz. Os piores dias da vida dele, com o funeral a ser devastador emocionalmente. O que fez o Correio da Manhã no dia depois do funeral? Disse que Fábio estava separado da mulher. Claro que era apenas mais uma mentira, mas aquilo atingiu níveis preocupantes de partilhas e repercussões em blogs, que especulavam sobre motivos e sobre uma não aliança no dedo de Fábio.

Ainda em luto, lá teve o rapaz que levar com essas capas e comentários, telefonemas a perguntar se era verdade, entre tantas outras coisas. Lá teve o rapaz de postar na sua página de facebook que a notícia era mentira, e que estava com a mulher.

Creio que, no dia depois do comunicado na página do face, precisei de ir à Worten da Póvoa, e quando andava lá no meio das prateleiras, vi o Fábio e a mulher ao balcão, à espera de um funcionário que devia ter ido fazer qualquer coisa. Pensei logo em ir ter com eles, dar os sentimentos ao Fábio, ver como tem passado a minha ex-amiga de infância, talvez pedir o número para fazer uma entrevista no futuro, até porque eu estava a estagiar no desporto de um jornal. Poderia até meter conversa perguntando se tinha gostado da t-shirt de D10s.

Mas, ao olhar novamente para aquele casal vestido de preto, olhos pisados, e com as mãos unidas ao de leve em cima do balcão, lembrei-me da notícia do Correio da Manhã, e os meus planos sofreram um revés.

O que iria dizer eu quando ela me perguntasse o que faço agora. Ia dizer que era jornalista de desporto? Ia dizer que tenho um blog na internet? A eles, que ainda nem tinham começado o luto, já um jornalista pensava na capa do dia seguinte, onde os destruiria publicamente na pior hora de suas vidas?

Esse foi um momento marcante para mim, não só por isso, mas porque percebi que, se calhar, não terei o espírito de jornalista em mim, pelo menos aquele que, ao ver uma amiga ali, que sempre teve muita estima por mim, ao lado de um jogador do Real Madrid, e que bastava pedir à amiga que ele dava-me uma entrevista com todo o gosto (e que eu poderia enviar para qualquer jornal nacional, ganhando nome), mas não o fiz. Não o fiz porque tive vergonha desta profissão.

Este artigo deveria ter sido sobre o Fábio, mas acabou por ser sobre mim, mas não foi intencional.

Parabéns Fábio, depois do que passaste este ano, não poderia ter outro desfecho esta champions.

PS: Parabéns ao Di Maria, pela excelente jogada, como Jesus lhe ensinou :P

PPS: Força Tiago, também a merecias, mas o Fábio merecia mais.

9 comentários:

nonameslb disse...

E o judas a chorar hahahaha.

jzz disse...

Bela posta, vitto.

You're da man!

Jaime disse...

Bom post!

POC disse...

Esta é tua, Vitto.
Abraço.

Valdemar Iglésias disse...

Abraço, vitto.

Já me lembro porque é que comecei isto contigo.

E com o outro rapaz...o lampião...o David? Daniel? :P

Um forte abraço aos dois. A todos.

lawrence disse...

Um jornalista com princípios, moral?
Vais passar fome, Vitto!
Abraço!

Marco João disse...

Uma vergonha que és para o mundo do jornalismo, realmente...princípios morais? Pff...
Também estava a torcer pelo Atleti, parte pela época fantástica, parte pelo Tiago e parte por o Real já ter 10...mas depois vi o Coentrão, vi o Cristián Rodriguez, vi o Dí-Maria e mandei o Atlético para as silvas. E claro, aquele 1 milhão dá sempre jeito :)

artnis disse...

Muito bom o texto, muito bem o teu estar...!

d.gomes disse...

Muito bom Vitto !


O Coentrão merece, não o consigo chamar Fábio..