Ecos & Factos

A cabeçada de Luisão
O empate com o Braga
O autogolo do Melgarejo
A saída de Javi
A saída de Witsel
Olá John não joga
A lesão de D10s
A não-contratação de um defesa esquerdo
As eleições
Rangel
Vieira a mandar caralhadas
Celtic
Spartak
Bruno César
Não há contratações
Jardel
Reservados
Conferência de Juan Gabriel
Estoril
Jesus de joelhos
Jogar para o 1-0
Artur

Estes são alguns dos ecos que pairam sobre a época. Não meus, mas de todos os tipos de Benfiquistas, alguns muito diferentes. Eu destacaria a cabeçada de Luisão, Vieira a mandar caralhadas, Conferência de João Gabriel e Jesus de Joelhos.

Uma equipa que começa a época com um exemplo tamanho de indisciplina do seu capitão, não será uma equipa disciplinada. Passámos a época toda a jogar bem, com alguma oscilações na altura da Champions, mas a cometer muitas faltas e alguns cortes perigosos de jogadores que a isso se foram habituando, e certamente não receberam grandes repreensões, pois repetiram-nas vezes sem conta, pondo em risco o adversário, e a sua própria equipa. Não sendo este o principal culpado das derrotas, apesar da expulsão do Carlos Martins ter ajudado bastante, é algo que se terá de repensar na próxima época, com alguma mudança de peso.

Vieira subiu ao pódio, após vencer umas eleições de forma categórica, e no alto da sua magnanimidade, mandou alguns Benfiquistas para o caralho. Ao longo da época, a união entre os sócios foi crescendo, com as vitórias do Benfica, e Vieira teve oportunidade de descansar daquilo que aí regressa. Há várias coisas que não podem ser esquecidas, e se realmente conseguimos um dos objectivos (Final da Liga Europa), também não vejo porque não redefinir estratégias, já que se viu que este é um paradigma que necessita ser desenguiçado. Este ano, Vieira esteve bem. Aprendeu com erros, fez uma aposta mais forte em Jesus, uma vez que este também estava a corrigir certas manias desagradáveis do passado. Não vejo grande sentido em acusar-se Vieira por esta hecatombe das últimas duas semanas, só o vejo através das rédeas que não puxou a alguns dos seus 'empregados'. 

João Gabriel veio falar quando deveria estar calado. Fez uma figura ridícula, apoiado pela grande maioria dos adeptos, onde chegou ao ponto de meter o bedelho no 'gozo' que um jornalista deu ao FCPorto, quando nem sequer era nada connosco. O mais estranho é que ele pensou mesmo que aquilo era connosco. A raiva e o ódio que se viram naquela conferência, aliado à gabarolice do artista, fizeram-me temer o pior, pois, apesar de não ter grandes crenças espirituais, é certo que quando as coisas correm mal, a gabarolice anterior tende a ser enfatizada e dar origem ao tal 'melão', que muito bem conhecemos. O Benfica tem que repensar a forma como tem entregue a comunicação do clube.

Jesus, prostrado de joelhos, foi o momento da época. Não consigo compreender algumas críticas que lhe fizeram, dizendo que aquilo era dar sinal de fraco. Aquilo foi um momento humano, um momento que representou todo o azar que tivemos naquele segundo, que mais tarde se replicou contra o Chelsea. O azar, por não ser controlado, faz prostrar todo e qualquer ser. Claro que nem sempre dependemos do azar, ou da sorte, mas ele, ou ela, estarão sempre lá. Resta-me dizer que não tenho opinião sobre a permanência de Jesus. Neste momento, e como já muitos disseram nos comentários e noutros blogs, tudo mudou, e resta-me acatar a decisão da direcção, seja ela qual for.

Deixo ainda espaço para D10s, que me fez odiar Jesus variadíssimas vezes esta temporada, e que foi um dos principais motivos de eu não endeusar o Jotas, como muitos outros fizeram. Para além da enorme falta de respeito para com Pablo, o Benfica cortou também as pernas a este mágico jogador, que terá bastantes problemas em voltar a ganhar ritmo de competição. Vejo por aí toda a gente a fazer-lhe a despedida, mas acredito piamente que Vieira será capaz de o contratar para a equipa técnica, não estou certo Sr. Vieira?


17 comentários:

Stoudemire disse...

Ao longo da época, no meio da galderice geral, muita gente veio fazer chamadas de atenção para coisas que não estavam bem. Lembro-me do Roberto, entretanto desaparecido em combate, do De Vante (salvo erro), do Anónimo e de mais uns quantos.

Foram martelados até mais não, acusados de não benfiquistas, mandados para todo o lado, incluindo o regresso ao útero das respetivas mães.´

Entretanto, a gabarolice e a arrogância de que nos acusam foram subindo de tom. Houve malta que remou contra a corrente e disse: «Cuidado, que só se ganha no fim e isto ainda não acabou:« Pois, está bem.

Bom, chegados aqui temos o quê?

a) 4 anos, muitos milhões gastos (e tb recebidos), um treinador dos 10 mais pagos do mundo e quantos títulos? De valia, 1. UM!

b) Uma final da Liga Europa conquistada à base de muita estrelinha, a que faltou neste final. Poderíamos ter sido eliminados pelos alemães, pelos turcos, até pelos ingleses no Castelo Novo, mas lá fomos andando. No melhor jogo, perdemos por ineficácia: falhanços atrás de falhanços no ataque e dois golos ridículos sofridos.

c) Pode falar-se em azar aqui e ali, mas ao fim de 4 anos o que Jesus tem para apresentar é uma liga nacional. Mais nada. Azar e árbitros todas as vezes? Não me fodam.

d) Vieira está lá há dez anos: e ligas nacionais.

e) O culminar desta cagada ontem aconteceu ontem, com uma exibição de merda, com substituições inacreditáveis (elas foram tantas, tantas, ao longo de 4 anos), para um triunfo merecidíssimo do Guimarães, mesmo tendo em conta o fora de jogo.

f) Eu, por mim, estou farto, mas, se querem continuar nesta senda, na do bom trabalho de Jesus, façam o favor.

Por mim, caguei e sei que, daqui a um mês e pouco, assistirei ao regresso do SLB com muito menos entusiasmo e muito mais descrente.

Cardozo teve uma atitude intolerável e deverá ser duramente castigado (provavelmente fá-lo-ão mandando-o embora), mas não foi isto que se tem vindo a cultivar? Quantas expulsões, por descontrolo, têm sido poupadas a jogadores como Maxi e Javi, por exemplo, sem que quem comanda tivesse tentado corrigir o excesso de estupidez?

Cardozo, em suma, fez parte daquilo que o meu lado grunho e irracional gostaria de fazer: dar uns sopapos em Jesus, Gabriel, Vieira e um par de merdas que vestem de vermelho.

A finalizar, lembro aqui a onda de apoio à conferência de Gabriel: BANDO DE PATEGOS!

Stoudemire disse...

P.S. Neste tempo todo, só houve um gajo que teve colhões para ir ao antro ganhar e ainda os mandar a todos para o caralho: CARLOS LISBOA!

Sabem que é? Um sportinguista de nascimento que se tornou um benfiquista de camisola e hoje vive esta merda como se já tivesse nascido vermelho.

Comparar Lisboa com Jesus no confronto com os portistas é compara a pila de um recém-nascido com a de um cavalo (comparação de belíssimo recorte literário, eu sei...). Um ganhou, ganhou, ganhou, ganhou e ficava todo fodido quando perdia; o outro é bazófia, bazófia e cobardia quando chega a hora H.

Este e o Jardim no vólei deram-nos as duas únicas coisas de que nos podemos orgulhar nesta época.

Jesus e sus muchachos deram-nos a honra de mais um final de época de enxovalho.

Benfiquista Tripeiro disse...

Stoudemire, muito bem.

Eu fui um dos que achou muito bem aquela conferência, fui na onda da euforia, raios me partam.

Germano Bettencourt disse...

Eu não consigo pensar racionalmente. É incrivel, mas não consigo decidir-me. Não consigo apontar o dedo a ninguém especifico. Vejo culpas em tudo e todos. Talvez seja bom para mim, que assim passo 2 meses calmo, e é da forma que aceitarei qualquer que seja a decisão da direcção. Não é por mal, é mesmo por estar perdido sem rumo certo no pensamento.

John Billy #32 disse...

"João Gabriel veio falar quando deveria estar calado"

Claro. O João Gabriel estava em casa sentadinho no sofá e repentinamente lembrou-se "é pá... hoje vou dar uma conferência de imprensa!".

E caralho para o Aimar. Que vá para bem longe, ele e o Carlos Martins!

hertz disse...

Neste momento parece insustentável o JJ ficar e nem tanto por uma questão de competência/incompetência mas sim por uma questão psicológica e pelo desgaste emocional tremendo entre treinador/jogadores e treinador/adeptos. Mas se o JJ sai, por uma questão de coerência o LFV também tem de sair. Então ele diz que o JJ é o seu treinador para o mandato, independentemente do que acontecesse, dizendo inclusive que o contrato estava alinhavado (pior do que a conferência de imprensa do JG que visada defender o Benfica dos ataques da imprensa, foi a entrevista do LFV à BenficaTV, onde falou da renovação do JJ) e agora passado 2 semanas manda-o embora? Não me parece viável. Faz-me lembrar quando o Godinho Lopes usou o Domingos como bandeira na campanha eleitoral e garantiu que ele ficava e nos dias seguintes despede-o.


Agora falando noutra coisa. O Fábio Coentrão desde que saiu do Benfica tornou-se num mau agouro. Fdx. Já veio não sei quantas vezes dar entrevistas nos jornais a dizer que o Benfica vai ganhar não sei por quantos ao Porto e o Benfica perde. Disse antes do jogo do Dragão que íamos ser campeões e não fomos. Ontem quando o vi no Jamor fiquei logo com um mau pressentimento e voilà...perdemos outra vez. Eh pá, oh Coentrão, ou volta para o Benfica ou então não fales mais.

SLBenfica Vencedor disse...

Adorei o texto, só não concordo com a questão do azar.

O golo do Kelvin resulta de uma decisão RECORRENTE do JJ em defender com poucos jogadores, e muitas vezes em inferioridade numérica. Resulta bem contra equipas pequenas, mas resulta quase sempre mal em jogos decisivos, como os jogos contra o FCP, ou como no jogo do Chelsea, em que Torres aproveitou o facto de ter uma auto-estrada na defesa e no corredor central.
Aconteceu o mesmo o ano passado, no jogo na Luz em que o Benfica estava a ganhar 2 a 1 e o James marcou num lance de contra-ataque em inferioridade numérica da defesa do Benfica, aos 60 minutos, com a vitória na mão, e só com 30 minutos para jogar.

São erros recorrentes de quem não quer aprender, de quem não quer assumir erros, de quem não percebe a diferença entre jogos contra pequenos e contra grandes, que não percebe a diferença entre estar a ganhar e estar a perder, etc.

E tudo sem o mínimo controlo e liderança por parte do presidente.

É preciso mudar. Não necessariamente de treinador e de presidente, mas de ATITUDES e de DECISÕES, e de MENTALIDADES.

Deus nos livre dos Figueiredos, dos Carvalhos e de outros que tais.

lj disse...

JJ fica, e com conhecimento que tem tolerancia zero, ou ganha ou e uma merda, a comecar na Supertaca. Olhar bem para o inimigo, que perde Moutinho e James, e provavelmente o treinador. Manter o treinador do Benfica e uma vantagem neste case; se comecarmos do zero, essa vantagem em relacao ao inimigo perde-se.

Artur sai. Tem qualidades mas um grende defeito, que o torna um GR bom para o segundo classificado, mas nao para o primeiro.

Luisao - explicar-lhe o que e um capitao. Se o entender, fica. Se nao o entender ou nao quiser entender, sai.

Maxi sai. So correr nao chega para ser o primeiro.

Garay fica. Dizem que vai sair mas duvido que alguem pague o dinheiro devido. Bom para nos.


Luisinho- adeus rapaz. Leva o Michel contigo

Matic - Mozer, explica-lhe se puderes que isto e o Benfica, e que zero tituli nao e uma boa epoca. Se for preciso, bate-lhe. A epoca so e boa qundo se ganha, nao quando faz boas exibicoes individualmente. Se o gajo ainda assim achar que isto foi bom, que se ponha longe e leve o irmao com ele.

Perez -fica, a cuspir-se todo, mas nao largar a trela a este gajo.

Carlos Martins - vai pela porta dos fundos discretamente. Aparece para ver uns jogos e da umas entrevistas anted do derbi daqui a uns anitos.

Aimar- vai la encher-te de petroleo, volta qdo quiseres, e sempre uma honra receber-te.

Rodrigo - vai para o Siria, mostra de que es feito, es um homem ou um puto? Volta para o ano se conseguires crescer barba.

Cardozo - Este animal, desrespeitado no seu pais por ter sido o responsavel pela eliminacao do Paraguai no Mundial, faz aquelas cenas ao Andre Almeida e ao treinador. Acefalo, que va embora. Se o empresario fala, que va embora com um enxerto de porrada do Mozer.

Ola John - fica se for fazer a pre-epoca com os comandos. Se for so pelos doces, que va twittar para Arouca comer pao de lo.

Joao Gabriel - pro Dakar, andor.

Carraca- demasiado irrelevante para comentar

LFV- um problema nas cordas vocais, precisa-se. Ou um presidente em condicoes.

Daniel Santos disse...

lj disse:

"JJ fica, e com conhecimento que tem tolerancia zero, ou ganha ou e uma merda, a comecar na Supertaca."

LOL mas que supertaça crl?????isso era se o jesus ganha-se ao menos um tituli...

Zeca disse...

Com todos os defeitos e virtudes que tem, sou da opinião que Jesus fique.

Esta não foi de longe a pior época como alguns tem pintado (nem entendo como podem afirmar isso). Foi sim, desde que me lembro, a mais frustante.

Alguma coisa tem de mudar, mas é ao nível da estrutura.

Carraça deveria sair, há coisas em que ele esta época falhou, nomeadamente o logo no início onde permitiu aquelas risadas no banco após o lance do Luisão na Alemanha, e também ontem como chefe de comitiva não deveria ter permitido que os jogadores abandonassem o relvado antes da entrega da taça ao Vitória, achei uma vergonha, para sermos respeitados não chega só puxar dos títulos conquistados.

João Gabriel deveria sair, nunca percebi muito a utilidade daquelas conferências de imprensa tão suis generis. Penso, com a postura que apresenta naquelas conferências, está mais preocupado em servir o seu ego do que o clube.

Vices-presidentes, nomeadamente Rui Gomes da Silva e Silvio Cervan, que são os que mais dão nas vistas, deveria-se repensar a sua utilidade, uma vez que vejo-os como influentes nos actos decisão do clube, e pelo leio e ouço destes, duvido das suas competências para ocuparem tal cargo. Mais, penso que qualquer elemento da direcção deveria ser impedido que ter colunas desportivas em jornais ou participações semanais em programas. Se é para mostrar a posição do clube sobre determinado assunto, marca-se uma conferencia de imprensa. Um vice-presidente nunca pode dizer que participa num determinado programa como adepto, para o mal ou para bem, tudo o que diga é directamente associado à estrutura directiva do clube.

Quanto a jogadores, impedir o desmembramento do núcleo duro, e vender apenas o estritamente necessário (p.e. Gaitan, jogador em alta neste final de época) para equilibrar as contas. Cardozo acho que tem condições de continuar desde que se retrate, penso que houve um empolamento da efectiva gravidade da situação. E de uma vez por todas reforçar a defesa com vinda de laterais que sejam de caras titulares, e alternativas viáveis e com margem de progressão para centro da defesa. Deverá se reforçar também o meio campo defensivo. Quanto ao resto, com os que já estão contratados segundo a imprensa e com os que já temos vinculados nos B's e emprestados, não precisamos de mais ninguém.

hazinheira disse...

Qual Supertaça: a Nacional ou a Europeia? :)

Espero que coloquem as capas dos jornais desportivos dos dias seguintes às derrotas com FCP, Chelsea e Vitória no balneário, para que os jogadores e (futuras) equipas técnicas nunca esqueçam que nada ganharam em 2013! E, contudo estiveram a tão perto da glória...

Pedro disse...

Não consigo perceber as criticas à conferência de João Gabriel.
O homem disse o que tinha que dizer, e muito bem, após uma semana de absurda pressão sobre os árbitros contra o SLB. Finalmente o SLB toma posição e todos criticam?

Falar no final? A sério? Ao fim destes anos todos ainda acham q é no final que se deve falar?

O unico erro da conferência de Gabriel foi ter sido caso único.

Sobre o resto já tanto se falou.

Sobre Vieira basta dizer q estava no Brasil no dia do SLB-Estoril...chega? Ontem JJ era seu treinador para a vida, hoje vai despachá-lo e fazer de contas q nada foi com ele. Como fez com todos os outros.

Sim, JJ é culpado. Muito. Sempre o disse. Nunca esperei pela catástrofe para apontar os erros de JJ, estou à vontade nesse aspecto. Mas Vieira é ainda mais culpado. 12 anos é tempo suficiente para todos perceberem que não é ele a solução para o Glorioso regressar ao sucesso.

miguel insan disse...

O João Gabriel faz o que lhe mandam. E ele é bom, se o mandam fazer as coisas erradas isso já não é da sua responsabilidade

Pedro Silva disse...

Eu disse para o pessoal fazer yoga...
Ninguem me liga!

Henrique disse...

"Para além da enorme falta de respeito para com Pablo, o Benfica cortou também as pernas a este mágico jogador, que terá bastantes problemas em voltar a ganhar ritmo de competição."

Esta é uma das coisas que o Benfica podia aprender com o Porto. Os craques são bons quando jogam como craques. Não há cá estatutos criados por terem sido os melhores há 10 anos.

O Aimar também deve estar agradecido ao Benfica, pois deu-lhe a possibilidade de jogar num grande clube, ao passo de continuar num qualquer Granada antes de regressar à Argentina. Além disso, segundo ouvi dizer, o Benfica paga-lhe um ordenado, não é como se nos estivesse a fazer um favor.

jose disse...

Epa, borraste a pintura toda com a referencia ao Geninho. Se pensas mesmo que aquilo "nao tinha nada a ver com o Benfica", tenho uma ponte para vender.

E durante os proximos meses vai ser giro vai.

LGS disse...

Germano, estou como tu. Saí da Luz no jogo contra o Estoril completamente "dormente" e assim fiquei até hoje...

Nem consigo apontar culpados, decidir se o JJ deve ficar ou sair, pensar na atitude do Cardozo, nada. Apatia total...

O único momento que animou um pouco foi a boa exibição contra o Chelsea. Mas o resultado ainda me empurrou mais para o fundo.