Sporting 3-2 Braga

V de vitória

Para os comentadores televisivos, o jogo de ontem não tinha interesse para além de saber se Lima conseguiria ultrapassar Cardozo na lista de artilheiros. O que significaria ter que marcar 2 golos a um dos guarda-redes mais em forma da Europa, e a uma defesa que (agora) não consente com facilidade, especialmente em casa (a não ser eventualmente, quando o árbitro decide juntar-se à festa).

Pelo meio, era um grande de Portugal defrontava uma equipa do Braga que, ultimamente, graças a trabalho competente, boas vendas de jogadores, mas também um indispensável trabalho de bastidores, se tem imiscuído entre a categoria dos maiores de Portugal, esta época, à custa do clube que, precisamente, iria defrontar na ultima jornada... E que desde que Sá Pinto tomou a liderança da equipa, não perde em casa. 11 jogos, 11 vitórias.

Muitos dos jogadores em campo, provavelmente, fizeram o penúltimo jogo ao serviço do clube. Nas bancadas, os Sportinguistas queriam agradecer o esforço, a dedicação, a devoção, que os atletas colocaram no relvado assim que se puderam apoiar numa liderança séria e esclarecida de um dos símbolos do clube que os lidera a partir do banco.

Portanto, havia muito mais em jogo, que apenas o duelo Lima-Cardozo, facto que escapou aos pouco esclarecidos comentadores.

No relvado, o Sporting dominou o jogo com posse de bola, bom futebol, mostrou ao Braguinha o que vão encontrar na Europa, o avançado que se distinguiu não foi nenhum Lima, mas sim o van Wolfswinkel com um hattrick, o público nas bancadas bateu o record de média de assistências no novo estádio, num ano em que se ganhou pouco mais que a afirmação de um Sportinguismo esquecido de há uns anos para cá.

O resultado foi-se avolumando, e poderia ter chegado a números cruéis para o caloiro da liga dos campeões, se não tivesse o veterano Quim na baliza.

Naturalmente que o árbitro se quis juntar à festa, inventando um penalty que Lima concretizou. A palhaçada dura até à última jornada. Mas não se preocupem, os adeptos leoninos que projectam já que a arbitragem do Jamor vá ser deste calibre: A Taça de Portugal é organizada pela Federação, e não pela Liga. Da Liga, vêm as maiores vergonhas para o futebol nacional, corrupção, liguilhas, etc. Na Federação, veta-se essas brincadeiras de ligas onde ninguém é despromovido, organizam-se competições justas, onde o Sporting tem conseguido (não por acaso) troféus nas ultimas décadas... São coisas diferentes. Não é uma Taça da ... Liga.

P.S.: bonita a despedida a um dos pilares do balneário, o competente veterano Tiago.

P.S.1: bonita a volta de honra dos campeões nacionais dos escalões juniores, onde ainda não há corrupção, jogo de influências, corporativismo e greves arbitrais. Onde o futebol que se joga no relvado determina o vencedor. E onde naturalmente, o Sporting é campeão.

P.S.3: segundo os iluminados comentadores o Sporting ia ser humilhado por, mas acabou por ganhar a eliminatória Europeia a uns simpáticos (ainda que milionários) rapazes que, afinal ... ganharam a liga Inglesa.

20 comentários:

miguel insan disse...

Bem q me cheirou a merda

miguel insan disse...

Bem q me cheirou a merda

Valdemar disse...

Resolve isso: Fecha a boca.

jantunes disse...

Bem, antes de mais, isso que nos Juniores não existe corrupção é uma mentira. Falei ainda há pouco tempo com um treinador dos juniores de um dos grandes que me falou exactamente do que se tem passado por ali.

Depois, há hattricks e hattricks. O Flopswinkel nem um golo de jeito conseguiu fazer, que aí falha sempre. Só lá vai com ressaltos ou com penalties, marcar bonito e com classe não é com o gajo. Se esse gajo tivesse num dos outros grandes, já tinha sido corrido à pedrada. No Sporting é Deus.

Quanto às críticas da Federação e da Liga... então só há corrupção no que o Sporting não ganha? Tá bonito.

Boris disse...

Se foram campeões em juniores podem agradecer ao árbitro de braga que apitou o braga-SLB na penúltima jornada que até viu golos que nem entraram na baliza!

Deve ter sido nomeado pela federação!

RP disse...

Valdemar,É a 1ª vez que faço um comentário neste blog. Sou sportinguista e gosto de passar por aqui.Acho que nós sportinguistas temos que falar menos nas arbitragens e não ficarmos a pensar que todos os nossos males vêm dos homens do apito, é verdade que temos algumas razões de queixa, mas não podemos colocar toda a culpa de uma má época nos árbitros, não nos podemos esquecer que tivémos 5 meses sem ganhar fora de Alvalade. Precisamos é de jogar com raça e empenho que foi o que faltou em muitos jogos desta época e de outras anteriores. Temos que ser mais exigentes com os jogadores e a constante desculpabilização com os árbitros penso que não ajuda. SL

p.s - Vou estar no Jamor e espero que seja uma jornada de grande confartinização sportinguista.

Valdemar disse...

Os rapazes portam-se bem no relvado, quando existe uma liderança, como é agora o caso com Sá Pinto.

A grande diferença, que levou o Porto a ser campeão e o Sporting ao 4º lugar, é apenas e só os que inclinam os campos à força do apito.

Viu-se no ultimo clássico.

Anónimo disse...

quer dizer que jogos só para verdes é um desportivismo sem pedrada,sem corrupção,influencias e onde levam para assar...

Anónimo disse...

o valde é lindo mas sabujo

Rui disse...

Não tenhas tanta certeza que na final da Taça não haverá "concerto de apito"...

Papa Valdemares disse...

O Benfica perdeu o campeonato de juniores graças a duas arbitragens filhas da puta. O penúltimo jogo em Braga, então, é de partir tudo à bomba.

Mas como o Sporting ganhou, foi tudo limpinho.

O Sport eliminou o M. City? E? O que ganhou com isso? Grande prestígio... Sim, claro, todo o mundo do futebol ficou a conhecer essa honrosa equipa da 2.ª Circular.

O Volquesvínquel marcou 3, é verdade. E que golões!!! Qual falcão, qual carapuça! Este gajo que nem de pé se tem direito é que é!!!

Depois, estes montes de merda vêm falar na Taça quando só chegaram à final porque o Nacional foi roubada em Alvalade e no Funchal. À grande e à portuguesa!

Parece-me, por outro lado, que,desde que entrou para treinador, o grande Sá Pinto já enfiou uma meia dúzia de derrotas no bornal. Certo?

rabamentiras disse...

Este vald é um crâneo...!
Indispensável jogo de bastidores ??
Um dos guarda-redes mais em forma da Europa..???
....apoiar numa liderança séria e esclarecida ..???
o público nas bancadas bateu o record de média de assistências no novo estádio..foda-se algum ano havia de ser !!
Da Liga, vêm as maiores vergonhas para o futebol nacional, corrupção, liguilhas, etc.ACORDAS-TE AGORA ò vald ???

bonita a despedida a um dos pilares do balneário (??) esta tens que explicar !!! dasse
e MAIS não digo.

Valdemar disse...

Lindo é terminar uma prosa alcoolizada com um "e mais não digo".

O problema foi ter começado.

No álcool e na prosa.

Anónimo disse...

Volfwinkel é um embuste.

Paulo Dias disse...

Resumo da época lagartixa: 4.º lugar; meias finais da Liga Europa; (provável) vencedor da Taça de Portugal; título nacional (não oficial) do Benfica não foi campeão.

E, pronto, venha agosto!

lawrence disse...

Vou ficar calmo e sentadinho à espera que o árbitro da final da taça (da federação hem?) faça uma arbitragem isenta!
Ó Valderrama, essa de separar a Liga e a Federação de corruptos e não corruptos não lembra ao diabo!
Onde estava o "descorrupto" Gomes nas 3 edições anteriores da taça da...Liga?
E agora que o Gomes deixou a liga, esqueceu-se lá do "balde cheio" de corrupção?
Fica gravada essa teoria!
Para mais tarde recordar! como dizia uma rádio há muitos anos!

Chico da Mouraria disse...

Estás tão enganado em relação ao P.S.1 !

Só vou falar daqueles a que assisti.

Depois de já teres perdido, por 2-3
em Alcochete, no Seixal a 1 minuto do fim, o árbitro principal, anula o golo limpinho da vitória do Benfica, num 'fora de jogo' que só ele vê, nem o fiscal de linha assinala.

Apesar destes pequenos pormaiores, sempre é melhor ganhar assim do que ...

à pedrada.

Anónimo disse...

o vald não é leão asno!
"bonita a volta de honra dos campeões nacionais dos escalões juniores, onde ainda não há corrupção, jogo de influências, corporativismo e greves arbitrais. Onde o futebol que se joga no relvado determina o vencedor. E onde naturalmente, o Sporting é campeão"....uma volta tipo maratona do salazar !sim é a raça.
Onde não há corrupção ?? ó labrego .
and naturalmente and so on...natural,natural só pintar mastros de verde porque sim,dá tusa

Anónimo disse...

e o pilar...taparam os buracos ??

Unknown disse...

Como foram os júniores a ser campeões, recomendo Rennie e Kompensan Light. Deve chegar uma dose mais pequena!